terça-feira, 7 de junho de 2016

Na China, quem for apanhado a copiar no vestibular será detido

A pressão para ser bem sucedido nos exames nacionais é altamente elevada na China Marco Duarte/PÚBLICO
  

Os estudantes chineses que forem apanhados a copiar durante os exames vestibular podem ser condenados a uma pena de prisão de até sete anos. A alteração à lei penal foi anunciada pela agência de notícias do Governo chinês.

Caso sejam considerados culpados, para além da pena de prisão, os estudantes ficam impossibilitados de fazer exames nacionais durante três anos, explica o jornal britânico Guardian.

As autoridades acreditam que a perspectiva de uma sanção severa irá salvaguardar a justiça dos exames, encarados como importante ferramenta de justiça e estatuto sociais.

A agência de notícias chinesa informa ainda que o Ministério da Educação e a polícia têm incentivado os governos locais a estarem atentos ao problema. Para já, as autoridades aplicaram repreensões a alunos que recorreram a dispositivos sem fios para copiar, ou que recorreram a alguém para os substituir na sala de exames.

Os exames de acesso ao ensino superior começaram terça-feira passada na China e representam um momento altamente tenso, uma vez que, este ano, cerca de 9,4 milhões de estudantes competem entre si por um número limitado de vagas nas universidades.

ORIGEM DO TEXTO https://www.publico.pt/mundo/noticia/na-china-quem-for-apanhado-a-copiar-nos-exames-e-preso-1734411