terça-feira, 24 de maio de 2016

SEM-VERGONHICE IDEOLÓGICA NA PROVA DO MPF de Minas Gerais


No último fim de semana, os candidatos a um cargo no Ministério Público Federal de Minas Gerais fizeram uma prova de português que deveria ser objeto de uma investigação especial da PGR. As questões de ortografia e gramática continham frases como:

 -- "O analfabetismo político é um mal cada vez mais comum em quem assiste ao Jornal Nacional";

 -- "Os golpistas ficaram prostrados com a reação que se viu nas ruas em defesa da democracia";

 -- "O juiz infringiu a legislação ao divulgar o conteúdo das interceptações telefônicas";

 -- "Segundo renomados juristas, a presunção de inocência, apesar de configurar direito constitucional, vem sendo ignorada pela Operação Lava Jato".

 É uma sem-vergonhice ideológica e um escândalo institucional.

Origem do texto http://m.oantagonista.com/posts/sem-vergonhice-ideologica-na-prova-do-mpf-de-

minas

Atualizado dia 24 de maio de 2016, com publicação do link da nota do Ministério Público Federal em Minas Gerais: http://m.oantagonista.com/posts/mpf-de-minas-anula-questoes-e-exonera-servidora