segunda-feira, 2 de maio de 2016

Radiohead fogem da Internet e 12 milhões fazem like




Provável operação de marketing que antecipa novo álbum?
 POR NUNO FERREIRA SANTOS



Haverá uma mensagem escondida na decisão dos Radiohead de apagarem a sua presença na Internet? A pergunta é feita pelo The Guardian e o jornal acrescenta que a famosa banda britânica mandou emails misteriosos. A teoria com mais adeptos é a de que se trata de uma operação de marketing para o lançamento do nono álbum da banda.

É agora uma página em branco o que espera quem visita o endereço Radiohead.com, assim como está sem novo conteúdo a conta do Twitter em nome do grupo. Um vazio de que esta manhã já 11,8 milhões dizem gostar através do Facebook.

O novo álbum da banda de Thom Yorke está previsto para Junho, segundo o manager Brian Message, mas o lançamento poderá ser antecipado – o último disco dos Radiohead, King of Limbs, foi editado em 2011. O grupo é conhecido por fazer lançamentos inesperados dos seus trabalhos, um procedimento, aliás, cada vez mais comum na indústria musical.

Alguns fãs receberam uma espécie de folhetos com o logótipo da banda e a seguinte mensagem, descrevem vários media: “Sing the song of sixpence that goes/ Burn the witch/ We know where you live” ("Canta a canção de seis cêntimos que diz/ Queima a bruxa/ Sabemos onde vives"). O que poderá querer dizer que a banda não precisa de intermediários para chegar aos fãs.

A Pitchfork tem o relato dos sucessivos desaparecimentos que começaram a ser registados este domingo, incluindo o perfil da banda no Google+ e os tweets do próprio Thom Yorke, o líder do grupo.

No início do ano, lembra a publicação norte-americana, os fãs já se tinham entusiasmado quando a banda registou duas novas empresas, a Dawn Chorus LLP e a Dawnnchorus Ltd., procedimento igual ao que teve nos lançamentos-surpresa dos álbuns In Rainbows e The King of Limbs.





ORIGEM DO TEXTOhttps://www.publico.pt/culturaipsilon/noticia/radiohead-fogem-da-internet-e-12-milhoes-fazem-like-1730714?frm=ult