quinta-feira, 14 de abril de 2016

O que você quer dizer com 😁?

Acima, todas as representações do mesmo emoji nas diferentes plataformas e sistemas. Abaixo, sua localização conforme os sentimentos que despertam. / grouplens.org


Os emojis causam muitos mal-entendidos. Estes são os mais problemáticos, segundo um estudo


 por Javier Salas  
  




Emoticonos. Emoticons. Os emojis são um idioma universal, mas confuso em alguns casos./ Theus Falcão / EL PAÍS VÍDEO

Alguma vez te mandaram uma carinha como esta 😁 no celular e você não soube exatamente o que pensar? É um riso irônico, te querem dar uma mordida ou é um "um falso sorriso para parecer que tudo vai bem"? Este macaquinho 🙈 que tapa seus olhos expressa a ideia de que não se quer saber mais ou é para mostrar rubor? Estas mãos para cima 🙌 indicam alegria ou são sinônimo de “pare, não continue por aí”? Não se preocupe. Você não tem um problema de compreensão. A confusão é muito mais comum do que parece.


E esses são alguns dos emojis mais conflituosos, sobretudo essa cara com tantos dentes, segundo um estudo da Universidade de Minnesota: “Os emojis são muito populares na comunicação via texto, mas temos mostrado que as pessoas não os interpretam da mesma maneira”, concluem. A razão essencial é bem simples: embora o Dicionário de Oxford tenha escolhido este 😂 como a palavra do ano em 2015, sua natureza visual continua deixando-os abertos demais a interpretações. Mas há mais motivos, como a diferente forma de representar cada símbolo nas distintas plataformas.

Acima, todas as representações do mesmo emoji nas diferentes plataformas e sistemas. Abaixo, sua localização conforme os sentimentos que despertam.
Acima, todas as representações do mesmo emoji nas diferentes plataformas e sistemas. Abaixo, sua localização conforme os sentimentos que despertam. / grouplens.org

Somente 4,5% dos emojis analisados são interpretados de uma forma consistente entre diferentes pessoas e independentemente do dispositivo em que o vejam. E o que mais causa confusão é o que se encontra no título deste texto: 😁. Seu nome oficial pode ser traduzido como “carinha com olhos sorridentes”, mas as pessoas pesquisadas o interpretaram de diferentes maneiras, desde “muitíssimo feliz” até “preparado para lutar”.


O estudo analisou como são entendidos esses símbolos – padronizados pelo Consórcio Unicode a partir de 2009 –, tanto do ponto de vista semântico, para saber o que queremos dizer, como de uma perspectiva emocional, para saber se inspiram sentimentos positivos ou negativos. Escolheram os 22 mais usados entre os emojis com formas humanas e realizaram uma pesquisa apenas entre norte-americanos, para descartar a possibilidade de influências culturais.
O primeiro grande problema surge dos diferentes desenhos que cada sistema operacional faz a partir dos emojis. Esses símbolos na realidade não são mais do que uma codificação que se transforma em determinado desenhinho conforme o dispositivo. Segundo esse critério, o emoji que mais confusão emocional provoca seria este 😆, já que 44% o apontaram como negativo e 54%, como positivo. Sobretudo em sua versão Microsoft, essa “cara sorridente com olhos muito fechados” parece mais sofredora do que feliz.
O mesmo acontece com as “mãos levantadas para festejar” 🙌, que provocam muita confusão entre plataformas, pelos diferentes desenhos que as representam. Deve ser um símbolo muito ambíguo porque também causa mal-entendidos até quando vemos a mesma representação: não está claro se transmite algo positivo ou negativo. E as palavras que os pesquisados usaram para definir esse emoji vão desde “celebração” até “stop”, passando por “aplauso”, “oração”, “para cima” e “emocionante”.


As pessoas pesquisadas interpretaram a carinha de olhos sorridentes como sendo desde “muitíssimo feliz” até “preparado para lutar”
Outros emojis que provocam distintas interpretações semânticas são essas carinhas que olham de lado, o “sorriso afetado” 😏 e a "carinha de chateação" 😒, que é associada tanto com "consternação” como "decepção", "indiferente" e "deprimente". Entre os emojis que causam mais discrepâncias emocionais estão o que chora copiosamente 😭, que também se usa para chorar de tanto rir, e o sorriso com suor frio 😅. As definições desses símbolos podem ser encontradas no site do Unicode ou na emojipedia, mas há um problema: poucos de seus interlocutores também o consultaram. Embora como diga seu criador, o japonês Shigetaka Kurita: "Não acredito que exista um uso correto ou incorreto do emoji. O uso é livre"
"Quero entender minha mulher"
"Os emojis são uma forma completamente nova de comunicação e identificamos um novo desafio associado com seu uso: seu potencial para os problemas de comunicação é mais elevado do que muitas pessoas imaginam”, garante Brent Hecht, líder do grupo de computação social que trabalhou nesse estudo. “Isso tem implicação na forma de comunicar-se, mas também significa o aparecimento de novas ferramentas e técnicas que podem ajudar”, afirma o pesquisador da Universidade de Minnesota, sem deixar de alertar que se trata de um trabalho preliminar em um campo muito novo.


Segundo o especialista, essa confusão é buscada de modo deliberado pelas empresas para diferenciarem-se de seus concorrentes e, assim, garantir fidelidade
Hecht reconhece que essas confusões “podem ser entendidas como um tipo de polissemia”, do mesmo modo que acontece com as palavras: em função do contexto, “chumbo pode ser o elemento químico ou a bala de uma arma”. Ocorre o mesmo com os emojis: “Apesar de ser uma forma de polissemia muito ambígua e cheia de nuances”, esclarece, e por isso vão trabalhar no estudo dos emojis no seu contexto. “Temos curiosidade de saber se o texto que o acompanha pode reduzir a possibilidade de que a comunicação falhe”, diz Hecht.
Os emojis dependem do Consórcio Unicode, mas depois cada empresa faz sua interpretação. Talvez queiram unificar-se? “Há alguns problemas práticos. Como se consegue que Apple, Google e Microsoft entrem em acordo sobre um estilo de desenho?”, resume o especialista. Segundo ele, essa confusão é buscada de modo deliberado pelas empresas para se diferenciarem notavelmente de seus concorrentes e, assim, garantir fidelidade: "Os resultados deste estudo, por exemplo, são uma prova a mais de por que minha mulher e eu continuamos ligados ao ecossistema da Apple. Eu gostaria de mudar, mas minha mulher é grande fã dos emojis e não quero perder as nuances, o humor, etc, do que me envia em forma de emoji". 💑.

ORIGEM DO TEXTO: http://brasil.elpais.com/brasil/2016/04/12/tecnologia/1460484136_716565.html