quarta-feira, 20 de abril de 2016

A HIPOCRISIA DAS ESCOLAS OCUPADAS NO RIO DE JANEIRO



Há exatos 10 anos minha filha estuda nas escolas publicas do Rio de Janeiro, leia-se municipal e estadual, nesse período já escrevi dezenas, centenas de post, descrevendo a deficiência, o marasmo, a completa ausência de estrutura, de qualidade de ensino, de negligencia de professores, diretores e secretários de Educação, já escrevi sobre a ausência de uma misera biblioteca, já escrevi da forma mais literal possível a desgraça que são as ESCOLAS PUBLICAS DO RIO DE JANEIRO, tanto a nível municipal quanto estadual, e ai pergunto: quantos alunos reclamaram, quantos professores, quantos pais reclamaram,  isso que acontece nas escolas publicas do Rio de Janeiro não começou explicitamente em 2016, começou há décadas, e de repente em pleno ano 2016 vem um bando de alienados ocupar escolas publicas com as seguintes exigências: "Os pedidos principais são por melhorias na estrutura das escolas e da qualidade do ensino. Falta de acesso aos laboratórios, de livros didáticos e bibliotecas que não existem ou não funcionam. Mas também reclamam de banheiros, bebedouros, cadeiras, mesas, salas de aula e até de bebedouros. As reclamações e os pedidos tomam as redes sociais.", DETALHE: começaram a ocupar justamente num momento em que o estado do Rio de Janeiro não tem dinheiro sequer para pagar os aposentados e pensionistas, e ai fico pensando porque esses jovens não reclamaram na época da fartura,  por que não invadiram escolas quando o senhor Sergio Cabral levava seu cachorro para passear de helicópteros, por que??? Não importa os motivos pelo qual o Rio de Janeiro chegou a esse ponto em tão pouco tempo, isso todos sabemos, o que não suporto, é que um bando de estudantes hipócritas venha querer mudar uma situação que vem de décadas , somente por alienação, e justamente num momento de extrema penúria, num momento que o governo estadual não tem dinheiro nem para honrar o mínimo de seus compromissos,  pagar salários, quanto mais para atender pedidos idiotas e ridículos de estudantes que sempre e sempre se comportaram como legítimos alienados, afinal a precariedade da EDUCAÇÃO ESTADUAL e NACIONAL sempre foi, repito, sempre foi de total descaso por todas as partes. Não defendo aqui o governo do Estado, basta clicar no nome de SERGIO CABRAL FILHO para descobrir que EU fui um dos mais radicais críticos desse sacripanta e seus similares, agora , querer invadir escolas num momento que o estado está fragilizado, é no mínimo digno de HIPOCRITAS, nada tem haver com o que aconteceu com as invasões das escolas publicas paulistas, lá eles tinham um motivo, tinham um objetivo , tanto que conseguiram, reivindicaram num momento oportuno, aqui pelo jeito a única  coisa que conseguiram até agora, foram prejudicar a si mesmos, os próprios estudantes são os UNICOS PREJUDICADOS, e DETALHE II: NÃO VÃO CONSEGUIR NADA, também por motivos óbvios.