domingo, 25 de outubro de 2015

PRECISAMOS DE UMA HECATOMBE?



Quando leio as manchetes desse domingo,  que a Europa planeja fechar definitivamente suas fronteiras para a chegada de milhares de pessoas em situação de extrema estado de pobreza, desespero, e por completa ausência de lar, perspectiva  etc, ou então leio a facilidade com que o ESTADO ISLÂMICO recruta 'soldados', ou então quando assisto in loco a repugnante politica no Brasil, dos escândalos e todo esse esgoto, e o mais trágico a passividade e a desfaçatez do brasileiro diante disso tudo...fico pensando, ou seria torcendo?? não seria sensato que algo grandioso, algo fantástico, algo equivalente uma HECATOMBE de dimensões bíblicas acontecesse para algo de real , para que algo no sentido literal acontecesse,, para que a humanidade percebesse que somos um só, que somos uma  unica sociedade independente do pais, da língua, do continente, da religião ou da cor?? O propagado Furacão Patricia, me fez pensar assim, logico, como sempre, apenas exageraram, Mais até  onde vai nossa indiferença, nosso egoismo com nosso próprio HUMANISMO????



Se se metade da humanidade perecesse em uma hecatombe, poderíamos, finalmente descobrir a grande questão humana nesse limiar de seculo: somos racional ou somos uma farsa,? nesse caso ,  não há uma terceira opção, por mais remoto que seja.

Sim,  teria que ser pelos menos a metade da população do planeta, a metade dos humanos teria que morrer instantaneamente nessa hecatombe,  e de modo generalizado,  pois com tudo  de macabro que aconteceu nas duas grandes guerras mundiais, com todos os genocídios, com o fim misteriosos dos dinossauros, com tudo que aconteceu nos últimos milhões de anos com nosso planeta, pois,  mesmo diante disso tudo, ainda assim não nos tornamos uma sociedade minimamente social e humana, o que mais precisa acontecer?