quinta-feira, 23 de julho de 2015

SÓ NO FACEBOOK OS MINIONS SÃO NAZISTAS

A foto que deu origem à teoria conspiratória sobre os minions

O facebook é a prova cabal que a internet, ao contrario que muita gente jura não deixou o mundo menos estranha, alienado, covarde, intolerante e por fim burro, a quantidade de pessoas que usa essa suposta rede social para mostrar sua índole, sua essência animal é fantástica, chego mesmo a pensa que graças ao facebook fica provado que nosso suposto  humanismo  também não existe, e que não somos assim tão inteligentes como achamos de fato que somos. Eu adoro o facebook, pois ele prova tudo aquilo que adoro propagar, que a humanidade é mesmo uma fraude, das mais hilaria, diga-se. As pessoas acreditam nas historinhas compartilhadas no face da mesma maneira que as crianças são adestradas a acreditarem em PAPAI NOEL, a diferença é   que , nesse caso especifico não se trata de crianças e sim de retardados,  que se recusam a admitir que cresceram.

A seguir uma reportagem do portal do EL PAIS, sobre o absurdo que ronda essa SOCIEDADE chamada facebook, e o mais MACABRO, ou seria e o mais patético,  Milhões acredita seriamente,  cegamente  nesse tipo de LOROTA: A situação é tão ABSURDA QUE MUITOS PORTAIS DE NOTICIAS TEM QUE ABRIR SUAS PAGINAS PARA DESMENTIR ESSE TIPO DE ABSURDO:, será que mesmo assim ainda tem retardado que vai continuar acreditando,.... obvio, se são retardado http://brasil.elpais.com/brasil/2015/07/22/cultura/1437556376_233667.html


É uma associação inicialmente estranha, mas que milhares de pessoas fizeram nos últimos dias: os Minions, esses bonequinhos amarelos em plena evidência devido ao lançamento recente de seu último filme, estariam associados ao nazismo. Pode ser que esses personagens tenham sido onipresentes nas últimas semanas, mas daí a elevá-los a esse grau de maldade

 A história de que os ajudantes do Gru, do Meu Malvado Favorito (2010), são inspirados em crianças judias submetidas a experimentos pelos cientistas nazistas explodiu no último domingo, dia 19, quando chegou às redes sociais, especialmente ao Facebook. Nesta terça-feira, o Google registrou mais de 10.000 buscas por “minions nazistas” somente Espanha, uma das mais repetidas do dia. Mas a sua origem é um creepypasta, uma lenda urbana relacionada a contos de terror e que é se espalha pela internet.

 No YouTube, existem vários creepypastas dedicados à origem dos minions. O mais popular é um vídeo de 2014 e que contabiliza nada menos que 6,6 milhões de visualizações. A teoria que propõe é realmente aterradora: a de que os personagens amarelos são crianças abandonadas, sequestradas e submetidas aos experimentos de Gru, obcecado com as mutações humanas. Também de março de 2014 um outro vídeo mostra a mesma fotografia que circulou nos últimos dias e que levanta as mesmas questões: mais de 600.000 pessoas assistiram à história sobre como os cientistas nazistas drogavam as crianças judias e as submetiam a todo tipo de experimentos para que ficassem com essa voz estridente que caracteriza os Minions.

 O boato que viralizou partiu do Chile, que transformou este creepypasta em um boato viral nas redes sociais - no Brasil, a teoria conspiratória não chegou a avançar. Os veículos de comunicação chilenos apontaram o internauta Luciano González como o autor do boato original, porque uma publicação sua do dia 19, no Facebook, foi compartilhada mais de 35.000 vezes. Ele admitiu que estava perfeitamente consciente de que se tratava de uma lenda urbana e decidiu compartilhá-la “como um experimento” para demonstrar que as pessoas acreditam em tudo o que leem nas redes sociais. No entanto, outra publicação de algumas horas antes, também do Chile, levantou o mesmo debate e também acumulou milhares de likes. Mais tarde, González publicou a “justificativa” do seu experimento, mas com muito menos sucesso: menos de 20 pessoas compartilharam a sua explicação.

 Há muitos elementos, pouco confiáveis, que têm feito com que muita gente se pergunte se os minions têm realmente alguma relação com o nazismo. Nesse fórum do Reddit, de novembro de 2014, um usuário se perguntava: “Vi o trailer dos Minions e o narrador disse que serviam ao chefe mais desprezível que existia. Depois o vídeo mostrava os Minions ao longo da história. São nazistas ou estou fantasiando?”. Para completar o argumento, os internautas destacam que Gru, na versão original do filme, tinha um sotaque similar ao alemão, não parecia algo tão absurdo.

 Na realidade, a imagem original que deu origem ao boato pertence ao Royal Navy Submarine Museum (Museu da Marinha) do Reino Unido, e na verdade mostra mergulhadores praticando manobras de resgate no início do século XX. Por último, o nome desses personagens amarelos provém do francês mignon, que pode ser traduzido como lindo, bonito ou fofinho. Mas não adianta: havia ingredientes demais aos amantes das teorias da conspiração para deixar passar batido. E isso que não tinham visto esta outra foto: