sábado, 16 de agosto de 2014

ALGO ESTA ERRADO QUANDO CRITICAR É SINONIMO DE ODIAR



Em um primeiro instante o legado dos Facebook e Instagrans da vida é esse: Criticar é proibido, é , na maioria dos casos sinônimo de odiar,  debochar, ridicularizar, tudo  é considerado tão ultrajante que pode mesmo se transformar em processo ou mesmo, em SUICIDIO. As pessoas estão crescendo e desenvolvendo aquilo que chamo de "a síndrome do elogio eterno", todos os dias dezenas de pessoas nos elogiam, aplaudem tudo que publicamos e compartilhamos, sempre  somos lindos- lindas, somos bonito, somos  maravilhoso, com isso, obvio,  estamos  perdendo a imunidade as criticas, estamos crescendo achando que nunca vamos ouvir uma critica, um misero 'não', uma piadinha, um deboche ou algo do gênero. A galerinha  da geração Face e afins acha, ou melhor tem absoluta certeza que nunca, ninguém vai ter coragem para lhe criticar, pois se isto acontece é porque essa pessoa lhe odeia, em alguns casos o suicídio é a única saída. Alguns apelam logo para o ' bullying'.

A situação está tão generalizada e sem sentido, que a sociedade  nesse limiar de século está abonando essa forma grotesca de intolerância, de ressentimentos melhor dizendo. Em todas as partes, seja na diplomacia, na politica, na musica, nos esportes , na própria imprensa,  estamos vendo pessoas saindo do controle por algo comprovadamente banal. Quando se critica algo ou alguém, logo somos taxados de milhões de palavras pejorativas. As pessoas não se preocupam em tratar essas banalidades-criticas-idiotices com indiferença, ou então com uma resposta inteligente, nessas horas nossa primeira atitude, é qualificar a critica como odiosa. Assim estamos inventando uma sociedade onde criticar é perigoso e proibido.

A hipocrisia desses 'SENSIVEIS' do mundo virtual ou seria do século XXI, está tornando tudo tão sério , que de tão relevante estão se tornando uma sociedade de crianças com complexo de inferioridade, existe algo mais surreal??