quinta-feira, 21 de agosto de 2014

A DECAPITAÇÃO DE JAMES FOLEY, E A MAIOR HIPOCRISIA DESSE LIMIAR DE SECULO

   
JAMES FOLEY e seu algoz

                            
A noticia que um homem foi decapitado essa semana ganhou repercussão mundial somente por um único motivo, esse homem é um norte-americano, somente isso, cenas desses tipos ou pior existem centenas por ai, logico não era um norte-americano, possivelmente era um palestino, um afegão, um sírio, ou algum pobre morador de um desses países africanos que vivem há séculos com o terror. A cena é chocante, obvio, mais não menos chocante ou mais , do que a hipocrisia que se instalou nos momentos seguintes que foi provado a veracidade do vídeo. Estamos vivendo num mundo que não importa o tão macabro e diabólico seja a morte de alguém, não importa em que pais, contanto que essa morte macabra não seja de nenhum britânico, de nenhum alemão, e principalmente de nenhum norte-americano pois se isso acontece há uma espécie de comoção mundial. Talvez agora estamos esquecendo o horror que os soldados americanos fizeram no Iraque na década passada, talvez estamos esquecendo que a morte de Saddam foi deliciada ao vivo pelo BARACK OBAMA o mesmo presidente que agora demonstrar está horrorizado, talvez eu esteja sendo exageradamente fútil, mais um pouco de inconvenientes, de fatos inconvenientes nos deixa um pouco mais livre para 'pensar',  Nesse momento de perplexidade por parte da 'américa' provavelmente muitos estão esquecendo que o inferno iraquiano foi providenciado e alimentado por eles mesmo, pelos próprios ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA, isso no fundo foram eles mesmo que plantaram. É obvio que ninguém mais se lembra dos soldados norte-americano urinando em dezenas de mortos na guerra iraquiana, ninguém se lembra das humilhação, ninguém se lembram dos vídeos que soldados em helicópteros sorriram fuzilando civis, ninguém mais se lembram das comemorações que os norte-americanos fizeram quando jogaram  duas bombas atômicas no Japão, talvez um mínimo de desfaçatez seja providencial a todos, inclusive para aqueles que reivindicam a todos custo que esse vídeo seja abolido mundialmente na internet,  as pessoas esquecem que quem  não gostou, que quem odiou, que quem abominou foram justamente aqueles que foram correndo ver o vídeo na integra. Haja hipocrisia.
     
O conteúdo a seguir foi identificado pela comunidade do YouTube como sendo possivelmente ofensivo ou explícito. Contamos com seu bom senso para decidir se deseja assisti-lo ou não.