sexta-feira, 25 de julho de 2014

'rede globo', EMISSORA DO BRASIL DEBOCHA DOS MORTOS PALESTINOS

Segundo a ONU mais de 160 crianças Palestinas foram mortas por ataque do exercito israelense,  quase 1 000 palestinos mortos, ,para o portal G1, isso é irrelevante


Agora a pouco entrei no GOOGLE NOTICIA e li a seguinte manchete em destaque:' Soldado israelense morre na Faixa de Gaza', até ai nada demais, se a noticia viesse de algum site, portal de ISRAEL, entretanto a noticia veio da aberração G1.com, aqui mesmo do Brasil, e o mais alarmante em nenhum momento à  noticia fala das perdas do lado PALESTINO, ou seja, segundo essa noticia não morreu nenhum palestino, não morreu nenhum inocente, nenhum civil, NENHUMA CRIANÇA, a logica dessa aberração chamada G1.com chega a ser surreal de tão macabro, nessas horas a primeira vontade que se tem , é logico, de jogar uma BOMBA na sede dessa aberração, que tem como as ORGANIZAÇÕES GLOBO como principal alicerce,  aliás faz parte da poderosa REDE GLOBO.

No entender da REDE GLOBO então vamos dizer assim, um soldado morto de ISRAEL tem 1 milhão de vezes mais relevância que a mortes de mais de 150 crianças PALESTINA, se isso não for motivo para depredação, para revolta generalizada, é o que então??????????

LEIA O TEXTO NA INTEGRA: "Um soldado israelense morreu nesta sexta-feira (25) ao norte da Faixa de Gaza, o que eleva para 33 o número de militares mortos desde o início da operação contra o Hamas em 8 de julho, informou o exército hebreu. Este é o maior número de baixas no exército israelense desde sua guerra contra o Hezbollah libanês em 2006, quando perdeu 119 efetivos. Yair Ashkenazy, de 36 anos, era um dos reservistas chamados para participar na operação "Barreira de Proteção", acrescentou o exército israelense em um comunicado. Disparos em aeroporto O braço armado do movimento islamita palestino Hamas, que controla a Faixa de Gaza, reivindicou nesta sexta o disparo de três foguetes contra o aeroporto de Tel Aviv, um dia após a retomada dos......" : http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/07/soldado-israelense-morre-na-faixa-de-gaza.html