quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

SARTRE INDAGA: "O QUE SE PODE SABER DE UM HOMEM HOJE?"



Pensamentos soltos e quase  incompreensiveis, sob um calor de quase 50 graus:

- Através de suas atitudes, ou de uma única frase, qualquer um pode endeusar ou desqualificar um homem. Através de seu comportamento qualquer ser humano pode ser considerado um sacripanta, ou tão somente um mero analfabeto feliz com sua pacata e passageira vida:

- No seculo XXI, através de uma unica frase, um único comentário aleatório, podemos antecipadamente tecer definitivamente a personalidade, a biografia de um individuo:

-"O que se pode saber de um homem hoje?

- A indagação de SARTRE é interessante mais não mais do que essa: No seculo XXI como reconhecer  um homem hoje?ou como se reconhece um homem hoje? Nesse caso especifico HOMEM é sinonimo de HOMBRIDADE.

- Não se fabrica uma biografia pautada apenas em relatos UNIVERSITARIOS ou lendas, os atos e as atitudes desse individuo no decorrer da vida representa no sentido literal do termo sua essência, sua biografia nua e crua:

- RESPONDENDO SARTRE: Nenhum homem é digno de ser destrinchado  ,se não for para revelar sua índole animal. Nesse sentido a pergunta é PATÉTICA, pois qualquer resposta que não inclua o lado CRU, é apenas uma tentativa de endeusar um SER cuja essência é no sentido triplo do termo NU. Esse SER sou EU , é VOCÊ.

O comportamento humano é uniforme, muda-se apenas, dependendo das circunstancias, a MASCARA, e esse detalhe só serve como curiosidade nada mais, no fim temos sempre queremos ou não o mesmo FIM, o mesmo nascimento, o mesmo pensamento, as mesmas atitudes em menor ou maior alarde, o mesmo comportamento, a mesma personalidade, pouco importa o que sabemos desse ou daquele individuo , sempre que estudemos ou lemos uma historia de alguem, uma biografia, descobrimos no fim de tudo o obvio, estamos lendo e estudando algo sobre nós mesmos, apenas com pequenas e imperceptiveis diferenças, nada que mude radicalmente o termo UNIFORME da situação, do contexto.