terça-feira, 12 de novembro de 2013

AMOR E REVOLTA, EIS AI, OS DOIS ALICERCE DE UMA VIDA PLENA



VIVE PLENAMENTE quem grita, quem gesticula, quem se revolta, esse sim, no fim do dia, dorme em paz consigo mesmo, com a sensação que conseguiu sobreviver a mais um dia ser CONTAMINADO com o mar de hipocrisia e intolerância que assola o mundo.

AMAR ALGO É NECESSÁRIO, ainda que esse algo, seja as vezes, totalmente desprezível aos olhos "dos outros".

Precisamos constantemente de  uma elevada dose de revolta e uma quase imperceptível dose de AMOR, ou vice-versa, eis ai, os dois principais, talvez únicos alicerces de uma VIDA PLENA, COMPLETA, sem remorso, sem culpas, sem depressão, e sem neuroses existenciais.