quinta-feira, 24 de outubro de 2013

VELHA DEMOCRACIA, VELHA LIBERDADE DE EXPRESSÃO

Observação: todas as imagens desse post são de BANKSY um legitimo artista desse limiar de século XXI: http://www.banksyny.com/, seu trabalho  renova o conceito  sobre DEMOCRACIA ou mesmo sobre LIBERDADE DE EXPRESSÃO.



Quando um idiota metido a intelectual tem que escrever algo sobre DEMOCRACIA, vem sempre com aquela ladainha de que é o melhor sistema entre os piores, ou coisa do gênero, frases de efeito que de tão repetidas, copiada e coladas, já se tornaram insuportáveis de tão tosca. Em relação a LIBERDADE DE EXPRESSÃO, apenas a citação do termo em si já eleva o dialogo .

Ninguém ousa,   ou  por covardia intelectual ou por pura incapacidade, ir além disso, quando acontece é na base de frases e texto já citados por pelos menos uma centenas de pessoas planeta afora, e aí, o que temos de relevante , nesse limiar de século sobre DEMOCRACIA e LIBERDADE DE EXPRESSÃO? ou será que continuamos com a mesma explicação em um tempo cada vez mais repleto de tecnologia, conhecimento e inquietação.

Antes de alguém se aventurar em cunhar novos conceitos, novas explicações e raciocínio, temos que lembrar de 2 detalhes:

-Com o advento da internet e da propagada massificação em torno do conhecimento e de acontecimento banais, o termo DEMOCRACIA já não condiz com o mundo atual, A VELHA DEMOCRACIA não representa a ousadia dos jovens, do individuo como um todo, precisamos ir além, ainda que o governo, as instituições e a imprensa negue, pois esses, tratam  os dois termos com uma seriedade, com uma veneração digna do velho NOEL, pura ilusão, os fatos do cotidiano comprovam que muito se mudou hoje, em  vista mesmo, a 10 anos atrás.

- Segundo detalhe, a LIBERDADE DE EXPRESSÃO nesse limiar de século está quase sendo atropelada pelo INTOLERANTISMO  e o EGOCENTRISMO, precisamos procurar entender tudo isso, pois é certo que existe algo  novo no ar, que vai um pouco mais além da famigerada e incompleta DEMOCRACIA e \LIBERDADE DE EXPRESSÃO do século XX.

Não PODEMOS VIVER EM UM NOVO SECULO COMO SE ESTIVÉSSEMOS NO INCIO DO SECULO ANTERIOR, precisamos avançar, novas mentes, novos conceitos, novos comportamentos, é o SECULO XXI meu filho.