terça-feira, 15 de outubro de 2013

A IRRELEVANCIA DO 'GOOGLE.COM.BR'



Segundo Título: "É tão agradável não ter que se explicar!", ou, é tão confortável não ter o que falar!.

Sinceramente me recuso  a acreditar que o brasileiro usa a internet apenas para visitar sites de sexos, celebridades, jogos e a dupla face-twitter, segundo pesquisas o Brasil é o pais onde se fica mais horas por semanas conectada na rede. Entretanto o maior site de busca do planeta, que no BRASIL é representado no endereço "Google.com.br', me aparece em  uma primeira analise um deserto de criatividade, em termos de pesquisa, de estudo, de opinião, de debates, de assuntos que fogem do conveniente propagado e endeusado, ou seja se você digitar uma frase criativa, um termo , ou mesmo uma palavra mais complexa pronto, nada aparece, nada consta, fica-se com a nítida  sensação que a versão Google nacional é irrelevante para pesquisa, para estudar, ou mesmo a título de curiosidade, tirando a Wikipédia que , é útil, mais profundamente irrelevante para quem quer algo a mais além do 'popular', no final não se salva quase nada  de realmente relevante na rede, antes ainda tinham milhares de blogs interessantes, hoje simplesmente desapareceram, ninguém produz nada, ninguém diz nada, ninguém pensa, vivemos frutos de compartilhamento de frases de efeito, de significados  chulo e tosco da dupla face-twitter.

Então é isso, nós não temos nada para explicar, para publicar, para questionar, para responder, para criar, inventar, para dizer, falar, para se indignar, vivemos compartilhando  frases  imagem/-fotos que alguém tem certeza que nos faz pensar. é isso: É tão agradável não ter que se explicar, como disse aquele filosofo, ou, é tão confortável não ter o que falar, somos medíocres e somos felizes assim. FATO. 

Detalhe, não citei o termo UNIVERSIDADE, que era para ser o celeiro do google.com.br, mas, como se sabe a educação nacional é NULA.