domingo, 8 de setembro de 2013

LEGADO DE JESUS CRISTO: UMA MONóTONA VERDADE INCONVENIENTE



Atenção:  Post proibido para CRISTÃOS, ATEUS E AGNÓSTICOS.

Passados 2000 anos, qualquer professor-cientista-teólogo- filosofo idiota pode muito bem concluir que o legado de Jesus Cristo, do próprio cristianismo não contem nada de amor, de paz, de fraternidade ou qualquer outra palavra do gênero, o legado é de terror total de atrocidade, de intolerância , de pedofilia, de poder, de idolatrar imagens, egocentrismo, dinheiro e etc. O cristianismo só resiste, resistiu a isso tudo porque sua essência foi inventada, moldada, fabricada em torno de uma PESSOA PERFEITA, Jesus Cristo. O cristianismo é uma religião milenar, tem historia, tem um legado devastador em importância no melhor e no pior sentido do termo, no melhor para os fanáticos cristãos, e no pior para qualquer ser que por ventura tente esmiuçar sobre o verdadeiro legado de Jesus Cristo, resumo, errou terrivelmente os primeiro cristãos que moldaram a figura de CRISTO com uma áurea celestial, se se CRISTO tivesse permanecido tão somente, como um sábio, um filosofo, um pregador em torno da paz ou, simplesmente alguém que ficasse conhecido  como um não santo, um não divino, provavelmente o mundo hoje seria infinitamente mais limpo, mais justo, mais HUMANO, menos intolerante, menos fanáticos e por que não, mais cristão.

O fanatismo em torno de Jesus estragou o mundo, a sociedade, uma humanidade que vive constantemente refém de sua própria hipocrisia religiosa, o que termina quase sempre por cria um MAR DE INTOLERÂNCIA SEM FIM. As pessoas endeusa o lado romântico do cristianismo, pois a verdade deles a eles pertencem, é uma cegueira que torna sua própria religião num verdadeiro inferno de Dante , diante a hipocrisia reinante. Se Jesus fosse pelos menos 1% do que eles afirmam categoricamente, não se enganem os primeiros a ir para os quintos, seria a própria cúpula papal, isso é fato. Mudou o Papa o legado não.

O Cristianismo, a igreja católica impõem algo inacreditável, o pecado da carne, o sexo se tornou pecado, o cristianismo aprisiona o homem numa filosofia inaceitável, inalcançável e impossível, em torno de uma fé, uma eternidade e uma salvação totalmente inadmissível de tão tosca, coisa de fanático, de gente retardada. E como já disse antes, inúmeras veze por sinal,  é impossível ser cristão e ser sereno ao mesmo tempo.O catolicismo tem uma moral para  endeusar a diferença, o constrangimento, a humilhação do homem para consigo mesmo

De tempos em tempos alguém tem que atacar implacavelmente essa canalhice, esse absurdo, atacar implacavelmente o catolicismo, ainda que ao contrario que eles fizeram, não se mate, não se toque fogo em seres humanos vivos, não mate moralmente um homem, o ataque aqui vem apenas de palavras, de frases, de uma verdade oculta, invisível, a única verdade do catolicismo aceitável.

Eis ai o legado de JESUS CRISTO, um fanatismo que aprisiona e envergonha o homem de si mesmo. O homem se  tornou um prisioneiro de seu próprio corpo, dentro de si mesmo. O resultado disso, é uma luta eterna contra sua própria vontade, sua própria NECESSIDADE INTRInSECA DE VIVER, E APENAS VIVER SEM MAIORES COBRANÇAS, EXPLICAÇÕES E REMORSOS..