sexta-feira, 23 de agosto de 2013

O 'ABSURDO' REINA NO SECULO XXI



"Esta vida vale a pena? Ou é melhor o suicídio? Para Camus essa é a única questão filosófica relevante. O resto não passa de um joguinho de pensamento".

O que mais me impressiona na vida, como um ser vivo e observador é: Como conseguirmos manter a rotina normal do dia após dia, em meio ao absurdo da vida?

O que aconteceu na SÍRIA essa semana e  em São Paulo semanas atrás naquela caso da criança, que sem nenhum motivo aparente fuzilou todos os membros da família que morava com ele, e o pior, depois disso foi normalmente para a escola contou detalhadamente aos coleguinha o que tinha acabado de fazer, voltou para casa e suicidou-se. Eis ai, o absurdo da vida, os absurdos, do  jeito que está, é assim: ou escolhemos o suicídio ou a hipocrisia do "fiquei revoltado, mais enfim, não é comigo, além do mais , a vida tem que continuar, custe o que custar"

No caso da SÍRIA o 'absurdo' chega a ser um enigma, o que leva alguns seres a um ato, uma decisão tão extrema,  o mesmo se faz diante do suicídio, e ai? NA SIRIA AINDA EXISTE UM DILEMA COMO SOBREVIVER, COMO QUERER VIVER NO MEIO AO CAOS, AO INFERNO, COMO ENCONTRAR FORÇAS QUANDO O INIMIGO É INVISÍVEL, QUANDO A MORTE SE ENCONTRA NO PRÓPRIO AR?? E, POR FIM no caso da criança fica apenas a lição, ainda que se trata de uma criança, ainda que se trate de nossos filhos, toda atenção é pouca, e de fato nunca sabemos quem são eles, por mais que achamos adivinhar mesmos seus pensamentos, ainda assim eles serão, independente da idade, apenas o 'outro', nunca sabemos, nunca saberemos de fato o que passa pela mente desse 'outro'.

Imbecil é o homem que confia cegamente no outro, ainda que esse outro seja uma criança, ainda que esse outro seja mesmo seu próprio filho, o 'outro' será sempre algo estranho, o outro , as crianças do seculo XXI são diferentes, por mais angelical que aparentam ser ainda assim elas são diferentes, são magnificamente prematuras e inteligentes, por mais que se mostram felizes, por mais que se mostram carinhosas ainda assim nada significa em torno de confiança plena.

E para finalizar a felicidade humana é a própria essência do 'absurdo'.

A cada dia estamos distante dessa frase: O QUE IMPORTA é A VIDA.

estranho este post, mais ...