quarta-feira, 22 de maio de 2013

POR QUE CONTINUAR VIVENDO...QUANDO NÃO HÁ MAIS MOTIVOS....



O suicídio, em pleno seculo XXI, ainda é obscuro: desconhecido, menosprezado pela ciência, ridicularizado pela religião, incompreendido pela sociedade e até mesmo ofensivo para todos esses. O fato é que existe, sempre existiu, em todas as  sociedades, as pessoas se suicida por inúmeros motivos, por depressão, por alcoolismo, por doenças, por pressão envolvendo dividas ou no caso extremo de uma guerra e etc e tal... o certo é que acontece, independente da hipocrisia religiosa e moralista, o suicídio é da essência humana, por mais estranho e inaceitável que seja, inicialmente qualquer pessoa tem o livre-arbitro sobre sua própria vida, e nesse quesito não há  rigorosamente ninguém, nenhuma lei, nenhuma instituição que possa impedir.

A pergunta vem de todos os lados , quando bate o desespero, por que continuar vivendo, quando não há mais motivos, quando não há nenhuma perspectiva no horizonte???

Essa interrogações serve também para quem tem a oportunidade de persuadir um potencial suicida, e dai???A intenção é responder essa questão, não  do ponto de vista do próprio.

Só há um único caso em que sou a favor do suicídio, naquelas ocasiões de um doente terminal em que há uma 'dor absurda', uma doença de 'sofrimento absurdo', fora isso, sempre temos uma saída, então vamos lá, como impedir alguem de se suicidar, como impedir algo que já está decidido na mente dessa pessoa.

 RESPOSTA: O comprometimento total com essa pessoa, o que eu quero dizer é: que somente abraçando a causa é que poderemos ter êxito, isso significa se tornar um confidente, um pai, uma mãe, um irmão, um companheiro para essa pessoa, isso impõem obviamente que durante um determinado tempo, deixemos nossa própria vida de lado em pró dessa pessoa, ai, como sempre vem os inconvenientes da questão, o sujeito pensa:IMPOSSÍVEL, ninguém em sã consciência vai querer abrir mão , mesmo provisoriamente, de sua  vida, para tentar salvar a vida de alguém que não AMA sua vida, no mundo do egocentrismo isso tem sentido, ok, essa pessoa tá certa, ninguém de verdade vai querer por mais NOBRE que seja, fazer isso, nesse caso sou forçado a dizer que TAMBÉM ninguém tem moral, escrúpulo para criticar, para ridicularizar, para crucificar a morte, o ato suicida daqueles que decidiram 'espontaneamente' abdicar de sua VIDA, por não ter nenhum motivo para continuar vivendo.

A analise do texto, só é possível se deixarmos nossa peculiar hipocrisia de lado.