quinta-feira, 9 de maio de 2013

A MÃE DE TODAS AS DESGRAÇAS



O mal se divide em 3 partes:

1 - Os que não tem 'educação' e por isso praticam deliberadamente atos infames, atrozes:

2 - O segundo grupo são os que por ausência dessa mesma 'educação' se deixam influenciar por mitos, lendas, costumes, tradições, falsas verdades, ideologias, enfim quando estão na miséria se apegam e acreditam em tudo que vem de um suposto além-cósmico-divino, essas são os miseráveis, são os pobres, os desgraçados, os alienados, fanáticos e intolerantes, eles se acham injustiçados, desrespeitados enquanto na verdade são apenas coitados, vitimas de sua própria ignorância secular;

3 - O terceiro grupo são o dos poderosos, dos governantes que se acham fortes porque adquirem um certo saber/poder, e aí,  se aproveitam descaradamente da dita massa analfabeta. Na verdade esses são tão sem 'EDUCAÇÃO' quanta esses, o excesso de poder, de domínio, de arrogância torna qualquer um, em um PARVO, e consequentemente em um ANALFABETO, no sentido mais controverso, pejorativo e literal do termo.

AUSÊNCIA DE 'EDUCAÇÃO', EIS AI, A MÃE DE TODAS AS DESGRAÇAS HUMANAS: FOME, GUERRAS, FANATISMO, PRECONCEITOS, INTOLERÂNCIA, PEDOFILIA.... e isto tudo, infelizmente, apesar de tão  obvio.

O que significa de fato essa "educação"? Compreender, aceitar,  que somos apenas parte da natureza, e nada rigorosamente nada mais além disso.  É aquilo de  sempre: educar para refletir, refletir para educar.