domingo, 17 de março de 2013

MARCO FELICIANO, O DEPUTADO DO POVO



O estranho neste nobre Deputado Federal que é contra negros, homossexuais e etc e tal, não é o que ele pensa, fala,  não é pelo fato dele ser um suposto pastor de uma suposta igreja qualquer, nada disso é de se estranhar, o interessante é como ele se tornou deputado, como ele foi parar em Brasília, ou para ser mais explicito quem foram os eleitores que votaram no sujeito??? ok tudo bem, ele recebeu votos, milhares de votos, sendo assim estas milhares de pessoas direta e indiretamente apóiam tudo que ele faz, fala e pensa, portanto ele não é um monstro como a Xuxinha andou dizendo nos faces por ai,  também não é  um desequilibrado, o nobre pastor e DEPUTADO FEDERAL e agora PRESIDENTE DA COMISSÃO DE DIREITOS HUMANOS DA CAMARA, MARCO FELICIANO é tão somente um legitimo representante do povo, ele é um deputado do povo,  ele esta apenas expressando ou melhor representando aqueles que nele votaram, que nele confia. A hipocrisia é grande, de todos os lados por sinal, daqueles que criticam o nobre psicopata-deputado por dizer o que pensa, e daqueles que defendem o tal deputado, resumindo: como deputado e representante máximo do povo ele tem a obrigação de dizer o que pensa, ainda que isto vá contra o politicamente correto, contra a moral incubada das pessoas.

A questão é: o que esse sujeito, com esta personalidade, com esta linha de raciocínio, de pensar e de se expressar  faz na comissão de Direitos Humanos da Camara?, é esta a questão, é isto que tem que ser analisado, pouco importa o que ele fala, o que ele acha, apenas seu lugar não é como presidente dessa comissão, o resto não importa, ele é apenas mais um DEPUTADO RETARDADO EM BRASÍLIA, ou seja, mais um legitimo representante do povo.