sábado, 29 de setembro de 2012

SER COVARDE DEMAIS PARA MENTIR... - PARTE II



 Pessoas que são SANTAS, ou melhor que se acham SANTAS, no fundo não percebem que sua conduta não tem nada de real, muito menos de honrados, ou mesmo de  verdadeiros, no fundo são indivíduos fanáticos com sua própria  percepção de verdade, também são lunáticos, se cham acima da moral e dos bons costumes, são verdadeiros deuses humanos, ou algo do gênero. Um velho amigo meu já dizia: "Há um ódio contra a mentira e a dissimulação que procede de uma sensibilidade da questão de honra: há um ódio semelhante por covardia, uma vez que a mentira é INTERDITA pela lei divina. Ser covarde demais para mentir...".

Tenho que dizer algo inconveniente, algo que a maioria despreza, mais enfim, vamos em frente não escrevo para pessoas acomodados, para indivíduos santos, covardes, verdadeiros, santos ou hipócritas, escrevo porque  . para mim é o mesmo que respirar, é a forma que encontro para suportar os hipócritas, a grande hipocrisia do dia a dia?:

QUANTO MAIOR FOR O GRAU DE PERCEPÇÃO, QUANTO A VERDADE, QUANTO A HONRA O AMOR E DEUS, mais próximo estamos do egocentrismo extremo, e por fim da alienação fanático-religiosa-qualquer-coisa. E tenho dito, o INTOLERANTISMO é a doutrina máxima daqueles que se acham SANTOS, que se acham acima do bem e do mal daquele que não mentem nunca ou ainda mais grave, daqueles que acham que a VERDADE está sempre ao seu lado, que a verdade é una e incontestavel, como se VERDADE fosse algo para ser levado a sério.