quarta-feira, 11 de julho de 2012

ETANOL: UM LEGITIMO FRACASSO BRASILEIRO



Em qualquer outro pais, a regra é sempre a mesma, qualquer tecnologia que surge, a comemoração vem junto com o anuncio oficial, ainda que as vezes demore anos para este produto, tecnologia chegue ao consumidor final. O Brasil provavelmente é o único pais,  que o bom senso recomenda que se comemore apenas 5 décadas após o anuncio oficial da descoberta, e 100 anos depois que o produto , a tecnologia a invenção chegar nas mãos do consumidor.

Vejam o caso do ETANOL tupiniquim, aquele da cana de açúcar, assim que foi lançado, logo virou sinonimo de ORGULHO NACIONAL, algo para humilhar os ditos países do 1,2,3,4 e 5 mundo, o LULINHA na época, recebia elogios em todos os cantos do planeta. O ETANOL era tido como a mais inovadora e fantásticas fonte de energia, combustível criada pelo homem. Isso tudo, é bom lembrar, foi ontem a tarde tem menos de 10 anos. E hoje??? o ETANOL, este mesmo etanol que a pouquíssimos tempos atrás era motivo de orgulho, se transformou em um dos maiores fracassos do BRASIL, e um dos maiores sinônimos de incompetência de um governo.

O que era para ser a solução , se tornou em um engodo, um empecilho tanto para produtores, consumidores e até mesmo o governo. Não há politica para o setor, não há modernização (até hoje se vê trabalhos escravos nesta área) não há investimentos, por fim não há interesse nem do governo muito menos dos produtores, atualmente não há sequer produto para abastecer o mercado consumidor  local, estamos quase EXPORTANDO, acreditem .

Portanto, da próxima vez que ler um artigo, uma noticia sobre algo criado, produzido, inventado em SOLO NACIONAL, espere 100 anos para comemorar, para se orgulhar.