sexta-feira, 11 de maio de 2012

O PREÇO DA LIBERDADE DE EXPRESSÃO



- "Há algo de podre no gosto de cada um";

- Há algo de errado na opinião de cada um;

- Há algo de irrelevante na certeza de cada um;

- Há algo de chato na verdade de cada um;

- Há algo de hipócrita na honra,na idoneidade,  na ética, na lei, e na justiça de cada um;

- Há algo de excêntrico na fé de cada um;

- Há algo de macabro na moral de cada um;

- Há algo de horrível na consciencia-pessoal  de cada ser:

- Há algo de imprestável no DEUS de cada um;

- Há algo de inacessível na liberdade de cada individuo;

- Há algo de extravagante na arte da cada um;

- Há algo de podre , muito podre, na essência humana:

- Há algo de errado com o nosso jeitinho-hipócrita de ser.

- Há algo que me orgulha de ser humano. Este algo é a certeza absoluta que nós, não sabemos e não temos certeza de algo que seja. e é exatamente por não termos certeza absoluta de NADA, é que gosto se discute, opinião, moral, fé, honra, lei, justiça, religião, DEUS, arte, politica, futebol, mulher..., e todos os outros grandes temas que são típicos da sociedade ilibada, tudo se discute, TUDO É DISCUTÍVEL, tudo por fim, é apenas uma questão de OPINIÃO,  DE PONTO DE VISTA, POR MAIS REPUGNANTE, POR MAIS PODRE QUE SEJA, É este o PREÇO da LIBERDADE DE EXPRESSÃO, os não satisfeitos que se matem ou... mudem de planeta, neste caso não há terceira opção..E tenho dito.