sexta-feira, 23 de março de 2012

TRÊS DIAS AO LADO DE NIETZSCHE - PARTE I

 

"O NECESSÁRIO DESSECAMENTO DE TUDO O QUE É BOM - O que? Seria necessário compreender uma obra exatamente como a época que a produziu? Mas temos mais prazer, mais admiração, transmite-nos mais ensinamentos se justamente não considerarmos assim! Não repararam que qualquer obra nova e bela possui seu valor mais baixo quando está exposta a atmosfera úmida de seu tempo, precisamente porque ainda guarda sobre ela a tal ponto o odor da praça pública, da polemica, das opiniões recentes e de todo o efêmero que perece entre hoje e amanhã? Mais tarde ela desseca sua "atualidade", se dissipa e então toma seu brilho profundo, seu perfume e, se for destinada a isso, seu calmo olhar de eternidade".

"CONTRA A TIRANIA DO VERDADEIRO - Mesmo que fossemos bastante insensatos para considerar como verdadeiras todas as nossas opiniões, não desejaríamos, contudo, que fossem as únicas a existir: - não sei porque seria necessário desejar a onipotência e a tirania da verdade: basta-me saber que a verdade possui um GRANDE PODER. Mas é preciso que ela possa LUTAR e que tenha uma oposição, que se possa de tempos em tempos DESCANSAR dela no não-verdadeiro - senão se tornaria para nós aborrecida, sem gosta e sem força, e nos tornaria assim também".