segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

BRASIL, TERRA DE JUIZES BANDIDOS E DE CIDADÃOS COVARDES



O grande problema do BRASIL se chama GENERALIZAÇÃO, aqui todos adoram reclamar da saúde publica, da educação, da justiça, enfim de tudo, RECLAMAR é disparado depois do lixo tecnológico, o passatempo favorito no Brasil , NOSSO, DO BRASILEIRO, NÓS ADORAMOS RECLAMAR, E COM ISTO TERMINAMOS RIDICULARIZANDO O TEMA, APEQUENANDO E O MAIS CHOCANTE abonando. Aqui NINGUÉM COBRA explicação do MINISTRO DA EDUCAÇÃO, da SAÚDE para o caos que é a nossa saúde publica que é a nossa nefasta educação, ninguém cobra explicação do SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL pela mediocridade que é a nossa justiça como um todo. Existe algo de esquizofrenico no nosso comportamento, ao mesmo tempo que reclamos de tudo e de todos, estamos também tratando como celebridade e reverencia os únicos responsáveis DIRETA e INDIRETAMENTE por todas as mazelas nacionais. Se queremos de fato, entrar no pomposo SECULO XXI, a primeira atitude é RECLAMAR DO ALTO para baixo, não adianta ficar apedrejando enfermeiros, professores, médicos, hospitais, não adianta ficar apedrejando a moral da justiça comum, criminal, trabalhista e etc e tal, não adianta reclamar que a justiça é demasiadamente lenta e branda, temos definitivamente de ir mais além, TEMOS QUE APONTAR O DEDO PARA A LEGIÃO NOBRE do sistema, temos que cobrar dos NOBRES, dos HONRADOS, dos REVERENCIADOS das CELEBRIDADES, nada vai melhorar enquanto esta percepção for nula, nada vai mudar enquanto nós mesmos tratamos tudo com vulgaridade, como fator comum, como um mero problema social. O cidadão , nós só seremos respeitados quando os NOBRES  do sistrema se sentirem atingido em sua HOMBRIDADE , em sua plenitude de homem publico.

Um exemplo clássico disso, dessa covardia, dessa esquizofrenia é a EDUCAÇÃO, apesar de todos os indícios, apesar de todas as evidencias, de que a EDUCAÇÃO  nacional é um caos, é um fracasso, apesar de todos falarem a mesma ladainha, a mesma língua, ainda assim todos, eu disse todos tratam o incompetente, o ridículo ministro da EDUCAÇÃO o NOBRE FERNANDO HADDAD com reverencia tão grande, tão única que em qualquer outro pais do mundo, o sujeito estaria preso, no entanto aqui ele é candidato a prefeito da maior cidade do pais, e uma das maios do mundo SÃO PAULO. E ai pergunto, se este sujeito for eleito prefeito de São Paulo, quem é o culpado, os debeis eleitores paulistas, ou nós pela sublime alienação, pela sublime covardia???????????????????????????????????????