terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

O GRANDE INQUISIDOR DE DOSTOIEVSKI - PARTE 7

A chegada repentina de DEUS nos dias atuais, não resolveria absolutamente em nada, é bem provável que ele faça exatamente como no poema de IVA, assim que começassem as  criticas (sim porque não serão poucos os que irão ao seu encontro apenas com o intuito de tomar satisfação, de cobrar explicações e alguns desaforados serão capazes até de chama-lo de anticristo, de impostor)  ele  com certeza vai ouvir, vai mesmo se solidarizar mais no final , não será capaz de pronunciar uma única palavra, uma única frase talvez beijará a face daquele desaforado  de te-lo desafiado ou daquele outro que para testar sua veracidade santa o desafiou a prova. No final DEUS em SUA BREVE PASSAGEM PELA TERRA PERMANECERÁ EM SILENCIO, E NÃO SE TRATA DE UMA QUESTÃO DE COVARDIA, E SIM DE sobrevivencia. O SILENCIO QUANDO É GRITANTE E INDISCRETO TEM O PODER DE ENALTECER, a mais famigerada MENTIRA, ou ABONAR A MAIS FANTÁSTICAS DAS VERDADES. COMO QUEIRAM.

CONTINUA AMANHA.