segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

JORNALISMO DE VERDADE


Este ano já escrevi exatos 270 posts, e desse total acho que cerca de 10% tinha o jornalismo, jornalista como tema, que me lembro não escrevi nada enaltecendo a profissão de jornalismo a maioria foi mesmo de criticas, e isto se explica porque JORNALISMO hoje é sinonimo de PALHAÇO, veja só , os maiores palhaços hoje no BRASIL tem diploma de JORNALISMO, estes palhaços conhecidos nacionalmente como HUMORISTAS, tem status até mesmo de celebridade, e pasmem intelectual, muitos deles se transformaram em verdadeiros fenômenos de popularidade, hoje para ser um merda qualquer a pessoa tem que ter obrigatoriamente o diploma de JORNALISMO, dai que os intelectuais, os escritores, os verdadeiros formadores de opinião são todos jornalista, nada contra afinal se não fosse este nobre profissional  a nossa democracia e consequentemente a liberdade de expressão seria um sonho. O que quero dizer que a profissão se banalizou, como disse semana passada o jornalista do seculo XXI é aquele que fica 24 horas em frente ao computador pescando noticias que ele considera um verdadeiro furo de reportagem, acho mesmo que se o TIRIRICA tivesse estudado um pouquinho mais e conseguido um diploma de jornalista, hoje seria a PERSONALIDAE DO ANO, um gênio da escrita. O jornalista é hoje o que foi o advogado da década de 90 naquela época todo vagabundo-intelectual-deputado e desempregado tinha um diploma de direito, o resultado final disso foi a saturação da profissão, infelizmente hoje de cada 100 formandos em direitos apenas 2, dependendo do estado nem isto, consegue o diploma, a carteirinha da OAB.

Pois bem, hoje este texto é para enaltecer o verdadeiro JORNALISMO, enaltecer a verdadeira profissão de  JORNALISTA, ontem o jornal O ESTADO DE SÃO PAULO, publicou um caderno especial com o título GUERRAS DESCONHECIDAS DO BRASIL assinada pela dupla de jornalista LEONENCIO NOSSA E CELSO JUNIOR, a magnifica reportagem de campo assinada por esta maravilhosa dupla conta a "Histórias de um Pais sem memória. O Brasil registra pelo menos 32 conflitos esquecidos ou desconhecidos pela maioria dos brasileiros nos últimos 110 anos, que causaram a morte de 556 civis. " A reportagem "mostra nove deles, por meio de documentos e relatos de participantes".

A dupla de JORNALISTA LEONENCIO NOSSA e CELSO JUNIOR estão de parabéns e vou logo acrescentando que de longe é a reportagem do ano. É muito fácil um jornalista ganhar um premio mostrando a pedofilia, a prostituição infantil, o descaso da saúde publica, o crime organizado e toda esta porcaria do nosso dia-a-dia, neste caso os jornalistas do ESTADÃO  saíram da mesmice  reinante e foram a fundo nesta magnifica reportagem.

É isto aí,  LEONENCIO NOSSA e CELSO JUNIOR  : JORNALISTA DE 2010, o Brasil precisa desta dupla, ninguem aguenta  mais palhaços como pseudojornalistas. Parabens também a toda turma do ESTADÃO.