domingo, 21 de novembro de 2010

ESTOU CEGO!


"Ontem voltei a escrever O livro dos esquecimentos: história, fictícia, mas baseada em fatos reais. Minha autobiografia é falsa, como a biografia de Ulisses, narrada por Homero, ou a de Dom Quixote, imaginada por Cervantes. Crio histórias a partir do nada, já que não me lembro de onde venho ou para onde vou. O livro dos esquecimentos descreve a história dos homens de amanhã? Todo passado se nega a si mesmo. A memória é um espaçamento do tempo. Estou além do tempo, mas existo em algum lugar do mundo. Há tempos existo em algum lugar do mundo. Será que alguém nos aguarda do outro lado do tempo?

Há dias olho para todos os lados e não vejo ninguém além das minhas sombras. Estou cego! Estou cego! Você não está vendo que estou cego? As pessoas só enxergam o que têm diante dos olhos.

Com o passar do tempo, elas também vão ficando cegas. Há dias não vejo nada, mas prevejo quase tudo. Prevejo tudo que vai ocorrer ao redor do mundo. Faço previsões. Previsões de um cego. Para uns e outros, as minhas previsões não passam de imaginações. Eles dizem que eu não sou deste mundo".

Ok, é óbvio que este trecho não me pertenço, no entanto esqueça PAULO COELHO, esqueça CHICO BUARQUE E SEU 'LEITE DERRAMADO', esqueça aquele lançamento programado por editora tal, esqueça tudo, pois o LIVRO DO ANO em 2011, é este, que o estadão.com.br, publicou ontem , trechos do novo livro, de forma inédita do escritor PEDRO MACIEL, lembrem bem o nome do sujeito PEDRO MACIEL, não esqueçam quando precisarem de um presente para 2011 PEDRO MACIEL o livro deverá sair no primeiro semestre de 2011 pela editora LEYA: www.leya.com.br
www.centrovirtualgoeldi.com/ FOTO FONTE