sábado, 2 de outubro de 2010

HOJE É DIA DE WOODY ALLEN

 Amanhã (hoje) 03 de outubro de 2010, é inegavelmente um otimo dia para ler, ou para assistir um belo filme, não apenas porque, também é domingo, mais porque é o dia que o blog XAMBIOÁ NOSSA VERDADE INCONVENIENTE INSTITUIU, PROCLAMOU, Criou, FUNDOU , como sendo o dia MUNDIAL DE WOODY ALLEN, algum retardado, pode pensar: 'caramba, já ouvi este nome em algum lugar, a proposito quem é mesmo este tal de Woody Allen?' (é para estas duvidas, estas nobres duvidas, que existe o Google, afinal, qual outra utilidade tem o Google?)

E é exatamente para celebrar o dia MUNDIAL DE WOODY ALLEN que o blog resolveu prestar uma pequena homenagem ao gênio, e que portanto nada mais justo que relembramos algumas de suas falas-frases que o tornaram um ícone do cinema mundial.

As frases a seguir foram extraída do belo livro de MARIZA GUALANO, cujo título é : "OUVIR ESTRELAS - As melhores frases e diálogos do cinema", da editora GARAMOND.

- "As palavras mais belas da linguá não são "eu te amo". São : "É benigno"".  (Woody Allen em "Desconstruindo Harry");

- "Eu não posso ouvir muito Wagner, sabe... começo a querer invadir a Polônia". (Woody  Allen em "Assassinato Misterioso em Manhattan"  - 1993)

- "Não se pode controlar a vida. Ela não é perfeita. Só controlamos a arte e a masturbação, dois assuntos em que sou o maior especialista". (Woody Allen, um cineasta famoso e muito neurótico em "Memórias" - 1980);

- " Eu sinto que a vida se divide entre o horrível e o miserável". (Woody Allen em "Noivo Neurótico, Noiva Nervosa" - 1977)

 - "Fiz análise durante anos. Nada aconteceu. Meu analista ficou tão frustrado que abriu um self-service". (Woody Allen em "Hannah e suas irmãs" - 1986)

- "Estou tratando de um caso muito interessante: dois pares de gêmeos siameses com personalidade dupla. Para cada consulta, ganho o equivalente a oito". (Woody Allen, psicoterapeuta em "Zelig" - 1983)

- "A ultima vez que estive dentro de uma mulher foi quando visitei a Estátua da Liberdade". (Woody Allen em "crimes e Pecados" - 1989)

- "Acho que você é o oposto do paranóico: acredita realmente que as pessoas o amam". (Woody Allen em "Desconstruindo Harry" - 1997)

- "Para você eu sou ateu. Para Deus, sou a legitima oposição". (Woody Allen em "Memórias" - 1980);

- "Eu rejeito antes de ser rejeitado. Assim poupo tempo e dinheiro". (Woody Allen em "Sonhos de um Sedutor" 1972)

- "Por favor não atirem em mim. Tenho uma tolerância muito baixa a morte". (Woody Allen , "Cassino Royale" - 1967); 

- "Eu não sirvo para testar aparelhos. As máquinas me odeiam. Deveria trabalhar em algo para que tivesse mais aptidão, como doador de esperma para laboratório de inseminação artificial". (Woody Allen em "Bananas" - 1971).

- A proposito, antes que seja tarde, um pequeno alerta para os ignorantes, WOODY ALLEN, AINDA , não morreu.


Amanha (hoje) dia 03 de outubro de 201l, é o dia MUNDIAL DE WOODY ALLEN, por isto nada mais sugestivo que assistir uma película com o gênio, garanto que se não for mais instrutivo, pelo menos é, infinitamente,  mais prazeroso do que acompanhar o resultado das eleições 2010. Volto na segunda-feira dia 04, com ou sem segundo turno.

------------------------------

E por falar em cinema, vem ai ABERRAÇÃO 2, digo, desculpe, TROPA DE ELITE 2, ainda se surpreendem quando chamo o brasileiro  de trouxa. Prefiro, por motivos óbvios o ultimo do JABOR, aliás em comparação aos Tropas de Elites da vida, qualquer porcaria nacional é melhor que este, não que eu tenha assistido o primeiro, mais é o tipo de filme que basta ler a resenha, para se saber que é abominável.

--------------------------

A proposito II, o livro de MARIZA GUALANO, contem ainda viras outras perolas de Allen, vale a leitura. : www.garamond.com.br