domingo, 10 de outubro de 2010

10-10-10... DOMINGO CINZENTO

Segundo a lenda, eu nasci no dia 10 de Outubro de 1970, e que portanto hoje 10.10.10, ou, 10 de Outubro de 2010, estou completando 40 anos. Ainda não sei, ou melhor me recuso a perceber os efeitos colaterais que não tardarão a aparecer. 40 anos é uma idade revoltante, pois é quando alguns começam a lhe chamar de senhor, e o pior, os adolescentes lhe chamam de tio. Por outro lado é uma idade magnifica, é a idade da liberdade plena, que vem a ser aquele momento que você perde completamente o pudor de dizer o que quer, de escrever o que pensa e sobretudo a idade da indignação e da perplexidade, é a idade de mostrar ao mundo quem é você, ainda que você seja apenas um excelente PALHAÇO (o Tiririca é meu herói). 40 anos é a idade que você perde por completo o senso do ridículo, é aquela idade que você não tem o menor escrúpulo para dizer o quer quer, independente se isto vai agradar a gregos e a troianos, a evangélicos ou ateus, a corruptos ou a éticos, a moralistas ou assassinos, é a idade enfim que você não tem a menor dificuldades em mandar qualquer celebridade, personalidade, unanimidade, qualquer verdade una ou suprema, ou melhor qualquer tipo de verdade tida como incontestáveis, para os quintos, e quando isto acontece meu caro, significa que você ou é um psicopata, ou um legitimo SER HUMANO, no sentido mais humano de SER. Com 40 anos, deixei de ser um completo covarde, para me tornar um  patético

E como hoje é meu aniversário, vou escolher a letra e o vídeo para homenagear, não a mim óbvio, mais este estranho domingo 10.10.10, e juro que se fosse um belo domingo de sol escolheria uma musica do novíssimo A THOUSAND SUNS do LINKIN PARK(me recuso a comentar que a banda está hoje no Brasil, me recuso a fazer apologia de algo que tem o esdrúxulo nome de SWU), mais como a previsão indica que o DOMINGO SERÁ CINZENTO, nada melhor e mais justo que assistir um NIRVANA e sua respectiva letra. AFINAL O NIRVANA, foi e sempre será a musica dos 40, da revolta, da perplexidade, da indignação, da razão e de um DOMINGO CINZENTO.







Plateau
Many a hand has scaled the grand old face of the plateau
Some belong to strangers and some to folks you know
Holy ghosts and talk show hosts are planted in the sand
To beautify the foothills and shake the many hands

Nothing on the top but a bucket and a mop
And an illustrated book about birds
You see a lot up there but don't be scared
Who needs action when you got words

When you've finished with the mop then you can stop
And look at what you've done
The plateau's clean, no dirt to be seen
And the work, it was fun

Nothing on the top but a bucket and a mop
And an illustrated book about birds
You see a lot up there but don't be scared
Who needs action when you got words

Well the many hands began to scan around for the next plateau
Some say it was Greenland and some say Mexico
others decided it was nowhere except for where they stood
But those were all just guesses, wouldn't help you if theycould

Planalto
Muitas mãos escalam a face enorme do antigo planalto
Algumas são de estranhos e algumas nós conhecemos
Fantasmas sagrados e apresentadores de talk shows são plantados na areia
Para embelezar a base e balançar muitas mãos

Nada no topo, só um balde e um esfregão
E um livro ilustrado sobre pássaros
Se vê muitos lá em cima, mas não se assuste
Quem precisa agir quando se pode falar?

Quando você terminar com o esfregão, pode parar
E olhar o que foi feito
O planalto está limpo, nenhuma sujeira a vista
E o trabalho foi divertido

Nada no topo, só um balde e um esfregão
E um livro ilustrado sobre pássaros
Se vê muitos lá em cima, mas não se assuste
Quem precisa agir quando se pode falar?

Bem, as mãos começam a procurar o próximo planalto
Alguns dizem que está na Groelândia e alguns que está no México
Outros decidiram que não estaria em outro lugar, além de onde já estavam
Mas isso são apenas suposições, não ajudaria em nada, mesmo que pudesse