quarta-feira, 28 de julho de 2010

GRITO DE REVOLTA - PARTE 2

Não é de todo verdade que todos os GRITO DE REVOLTA não deram em nada, alguns tiveram seu momento, sua relevância, como na África do Sul, EUA e em muitos outros países, inclusive o nosso, assim como é verdade que tudo isso é coisa do passado uma vez que nas ultimas décadas o que temos assistido é uma avalanche banalizadora de GRITOS DE REVOLTA, pois cada um tem seu próprio GRITO DE REVOLTA, cada pessoa personaliza sua revolta, sua indignação de acordo com suas prioridades pessoais. Todos estão revoltados com algo, todos de uma forma ou de outra instituíram seu próprio GRITO DE REVOLTA tornando assim em algo bem individualista, extremamente egoísta. E quando resolvem aleatoriamente, se unir em pró de um determinada tema, é em torno da INTERNET, e como se sabe (e este blog é um magnifico exemplo) tudo que vem da INTERNET tem-se que primeiramente separar o imoral, do bizzaro, do anormal, e que portanto o resultado final é sempre a irrelevancia, por um simples e hilariante motivo, todos os revoltados da INTERNET, são um bandos de desocupados e alienados, incapaz de fazer algo de concreto , incapaz de sair de sua confortável residência, de levantar a bunda, para reivindicar, literalmente, algo que seja.

CONTINUA AMANHA.