domingo, 18 de julho de 2010

A DISSIMULAÇÃO E A PROFISSÃO

Algumas coisas foge da minha compreensão, como por exemplos: o que leva uma pessoa que odeia criança, a se tornar uma baba, uma auxiliar de creche, ou mesma a se tornar MÃE. O que leva um individuo que não suporta criança a se tornar um profissional do ensino infantil, a lecionar para crianças. O que leva uma pessoa a odiar aquilo que escolher como profissão. Ninguém é obrigado, coagido a escolher algo para fazer , sendo que odeia este algo. Como entender que a profissão que o individuo escolher é aquilo que mais odeia na vida. Como entender que o individuo escolha uma profissão baseada unicamente pelo aparato financeiro. Como compreender que pessoas odeiam aquilo que escolheram para fazer por toda a vida, como...

Crucificar, atacar e humilhar a atitude dessas pessoas, toda vez que elas mostram explicitamente seu ódio, é fácil chega a ser compreensivel, o difícil é entender o por que de tanto equivoco, de tanta debilidade, de tanta monstruosidade, Qual o limite para a DISSIMULAÇÃO HUMANA::::