quarta-feira, 26 de maio de 2010

REBARBARIZAÇÃO

"A historia é um processo de rebarbarização. Um povo revigorado pelas duras condições de vidas deixa o seu velho habitat, atira-se contra um povo menos rijo, conquista-o, expulsa ou absorve-o. Qualidades adquiridas num meio mais penoso fazem que da rica terra nova surja a abundância económica. Esta abundância gera uma classe folgada, alheia ao esforço físico e que só atenta a arte e ao luxo. O fazer gera a especulação; a especulação dissolve dogmas e costumes, desenvolve a sensibilidade de percepção e mata a decisão na ação. O pensamento, na sua aventura pelos labirintos da analise, descobre atrás da sociedade o individuo; despido de suas funções normais, o pensamento introverte-se e descobre o eu. Morre o senso do interesse pelo bem publico - o individuo destroi o cidadão.

Mas longe dali está outro povo lutando contra a hostilidade do ambiente agressivo. A abundância que vê aqui, o luxo , o lazer, perturbam-no. E esse povo sonha, e ousa e invade e conquista. E tudo se repete". (Um jovem escritos... há muitos anos - trecho do livro Filosofia da Vida - WILL DURANT)