sexta-feira, 23 de abril de 2010

SOLIDARIEDADE - PARTE 3

Algum atempo atrás, eu escrevi em um post, sobre este mesmo tema - "a solidariedade do brasileiro está sendo maravilhosamente bela, de se ver, de participar e de ouvir, nestas horas mostramos que quando queremos podemos ser bastante solidário. O lado triste fica por conta de que isto é um fato isolado, na verdade a nossa solidariedade só se faz presente quando tem comoção nacional, nós nunca procuramos ter a iniciativa de ajudar os nossos vizinhos, mesmo quando percebemos o quão miserável eles se encontram".

Infelizmente por este ângulo não se deve muito se orgulha do fator solidário, melhor dizendo, a nossa índole solidaria é uma vergonha, melhor seria, se ao invés de ficarmos eternamente fingindo o que não somos e o que nunca vamos ser, pelos menos, se nem sempre, o máximo possível, prestar um outro tipo de SOLIDARIEDADE, esta sim bem mais simples, eficaz e possível, A SOLIDARIEDADE EDUCACIONAL, educação com o nosso porteiro, um simples bom dia seria o suficiente para mostrar que todos estão no mesmo barco, A SOLIDARIEDADE EDUCACIONAL do brasileiro é possível, porem tudo, como sempre aliás, precisa amadurecer a ideia, porque nós somos tão arrogante que é difícil mesmo de encarar o nosso semelhante olhos nos olhos para dar um simples bom dia o que dizer então tratarmos o nosso semelhante, com o mínimo de EDUCAÇÃO possível, que seria de se esperar de uma sociedade que se preza tanto, que se considera tão sociável.