terça-feira, 6 de abril de 2010

A ÉTICA, O INTERESSE DA IMPRENSA E O PÚBLICO - PARTE V

Diante disso tudo, questiono:



Até onde, o interesse particular da imprensa, pode se sobrepor ao interesse publico? Ou, até onde o interesse da imprensa é interesse publico? ou, até onde a liberdade de imprensa se sobrepõem ao interesse publico?, ou até onde o interesse publico é também interesse da imprensa? ou, até onde a imprensa tem o direito de impor, seu interesse, em detrimento ao verdadeiro interesse e necessidade da sociedade? ou, que imprensa é esta que impõem sempre seu interesse, mesmo quando o tema é irrelevante, e o pior que sociedade é está que acata todo tipo de tema, absurdo, e irrelevante como se fosse de uma importância fora do comum? ou, que sociedade´é esta que faz de si mesma, uma fantoche da imprensa, até onde vai a alienação de um 'povo'? A sociedade é cúmplice com tudo que a imprensa impõem? A sociedade pode permitir, que a imprensa, escolha o que é ou não de interesse publico, ou qualquer merda que a imprensa publica e mostra, tem a urgência que a sociedade precisa? A sociedade é tão burra, a ponto de deixar para que a imprensa forme seu próprio ponto de vista? Afinal a sociedade é tão débil a ponto de não ter uma formação capaz de discernir entre o plausivelmente aceitável, e o ridicularmente imprestável? Até onde, vai a prepotência da imprensa em achar que o que é de interesse da imprensa também seja de interesse publico?





AFINAL, O INTERESSE DA IMPRENSA, É O MESMO INTERESSE PUBLICO??

Diante de tanta chuva, tanta mortes, eu pergunto, o INTERESSE DA IMPRENSA, SÓ COINCIDE COM O INTERESSE PUBLICO, QUANDO HÁ UMA CATASTROFE, É ESTE O UNICO MOMENTO?



CONTINUA 10 de abril de 2010.