domingo, 11 de abril de 2010

A ÉTICA, A IMPRENSA BRASILEIRA E A AUTOCRÍTICA - PARTE VII

E para finalizar, é justo é prudente afirmar que não se trata de uma critica ofensiva (e não?) a este ou aquele jornalista, apesar das evidencias, tudo no fundo não passa de uma forma de enaltecer a critica, o tema, não em relação a classe, mais para que a própria imprensa procure fazer uma espécie de AUTOCRÍTICA, se é que isto é possível, para que se chegue ao resultado que todos esperam, que nós brasileiros merecemos, a de uma imprensa, não apenas ética, e desenvolvida, mais sobretudo de uma imprensa onde a PONDERAÇÃO se insira no mesmo contexto, no mesmo núcleo  , onde se encontra a ética, da boa conduta, e da imparcialidade ,valores estes, que a imprensa ,o jornalista tanto se orgulha, mais que, na verdade, no momento, não passa de uma simples e monótona força de expressão, típica de um jornalista recem formado. Nós brasileiros merecemos uma imprensa, sem rancor, sem infantilidade, sem remorso, sem ódio, ONDE O VERDADEIRO INTERESSE PUBLICO SEJA DE FATO RESPEITADO.

No momento a impressão que se tem é que a imprensa nacional, escreve, publica, apenas para se impressionar, para satisfazer seu próprio ego, em um misto de narcisismo com hipocrisia, e o publico por não ter discernimento, ou percepção, termina por endossar tudo, como se fosse fruto de seu interesse, de algo notavelmente publico, no mês de MARÇO alias tivemos vários exemplos desse desvio de conduta, de valores, e de alienação publica, tudo encorajado, abastecido e patrocinado pela grande imprensa.

O ponto negativo  desse movimento, é o completo alheamento, a completa indiferença com os verdadeiros interesses públicos, necessidades publicas, como a violência, a ausência de saneamento básico, a educação ridícula que temos no Brasil, a destruição irracional que ocorre diariamente, e escancaradamente entre nossas crianças provocado pela CRACK, aqui no Rio por exemplo não vejo nenhuma passeata, manifestação contra os disparates da empresa de energia eletrica a LIGHT ou contra o metro os trens e outras centenas de urgências e absurdos que acometem nossas metrópoles ,nossas cidades em menor ou maior grau, mais que seria capaz de produzir uma verdadeira revolta em que outro lugar no mundo, mais que aqui, não passa de 'meia nota'.

Mais enfim, está é nossa sina, mesmo porque em um país em que meia centenas de gatos pingados, perdem tempo e dinheiro votando milhões de vezes em BBBs, o que mais podemos esperar desse povo????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

OBSERVAÇÃO: Este post, é o ultimo que menciono a palavra JORNALISTA, JORNALISMO, IMPRENSA, HIPOCRISIA, pelo menos pelos próximos.................................... semanas, nem eu aguento mais. Vamos falar de coisas mais NOBRES, não é mesmo? E tenham todos um excelente DOMINGO, de SOL preferencialmente...