segunda-feira, 26 de abril de 2010

EDUCAÇÃO, O BRASILEIRO E AS ELEIÇõES PRESIDENCIAIS 2010, PARTE 2

A EDUCAÇÃO, e não a violência, e não a saúde, e não o suposto e sustentável crescimento economico, e não o combate a corrupção, A EDUCAÇÃO, A EDUCAÇÃO, A EDUCAÇÃO era de esperar que fosse o tema principal, o centro das atenções , o único protagonista que nos interessa, nessa já perdida eleições presidenciais 2010, tanto faz o senhor SERRA PRESIDENTE, tanto faz a SENHORA DILMA, qualquer um que ganhar, o pais continuara o mesmo. RESUMINDO MAIS UMA DÉCADA PERDIDA.

O mais revoltante. é que mesmo sendo um país fudido, educadamente falando, ainda assim em nenhum momento se ver alguém discursando em pró da EDUCAÇÃO, aquela que chamamos respeitosamente de ABL(Academia Brasileira de Letras), deveria ser a principal casa do debate, era de se supor que os nobres imortais acadêmicos se reunissem para decidir propor, que a educação se tornasse o principal e único discurso de todos os candidatos, afinal não é lá a cada de Rui Barbosa, de Machado de Assis, entre outros grandes. Porém, tudo fica no 'seria', porque o que se ver na ABL é um aglomerado de supostos escritores tomando chá e comendo biscoito maizena, e para piorar ainda perdem tempo e dinheiro discutindo a ortografia, em torno daquela bizzarice que foi a reforma ortográfica.Tudo bem, pensando os atuais academicos, preenche muitíssimo bem o sentido de representatividade que o povo brasileiro merece, todos estão realmente à altura da honraria academica;.

A midia, é a outra banda podre, que se omite sistematicamente em colocar a EDUCAÇÃO, como principal questionamento, ao abordar os candidatos (vocês já observaram as perguntas cretinas que o jornalista do SBT Carlos Nascimentos faz para os candidatos em sua bancada?). A pergunta que todos deveriam fazer é: CANDIDATO, SERRA, DILMA, MARINA, sejam bem vindo a nossa bancada, e a única pergunta que será feita está noite é : Por que a EDUCAÇÃO não é a prioridade numero 1 do BRASIL? Não está na hora de mudar aquela retórica que o politico brasileiro não se interessa por educação motivado por aquela lenda que um povo analfabeto eleitoralmente falando é melhor que um povo letrado, intelectualizado? Tudo bem, também seria pedir demais, afinal a nossa midia não passa um único dia sequer sem um grupo não ridicularizar o outro como imaginar que tenham um único tipo de comportamento., (sabem qual é a ultima da briga GLOBO X RECORD, no feriado do dia 21 a IGREJA UNIVERSAL colocou o inacreditável e impressionante numero de 2.500., , isto mesmo, DOIS MILHÕES E MEIO DE PESSOAS PARA ORAR NA ENSEADA DE BOTAFOGO, na chamada zona sul carioca, pronto foi o suficiente para o JORNAL O GLOBO dar manchetes e mais manchetes alegando que a a tal ZONA SUL se transformou em um verdadeiro 'inferno' 'caos', até parece que os evangélicos fora lá pedir, em plena praça, a cabeça da família MARINHO, detalhe , como era de se supor ,no referido dia não tinha uma única alma nas ruas, exceto obviamente os dois milhões e meios de pessoas, pelo jeito a globo ficou com medos dos pobres evangélicos,ou então ,o crescimento 'exagerado' da igraja universal não está sendo levado em consideração, de qualquer forma, é tudo muito NOJENTO, e coitada da GLOBO).

A nossa midia é um caso único da humanidade que seus próprios interesses sempre e sempre e sobrepõe ao interesse do pais, sendo assim seria pedir mesmo demais que estes nobres representantes da imprensa nacional , se interessasse por algo tão baixo, por um tema de quinta categoria, não é assim que todos, que nós mesmo denominamos a EDUCAÇÃO.

Falar de EDUCAÇÃO no Brasil é uma tarefa INGLÓRIA, indigesto, há ia esquecendo também não podemos conta com os ditos INTELECTUAIS, mesmo porque em terra de analfabeto não há tais pessoais, o mesmo se diz da chamada classe cultura, artistica, e outros representantes pais afora. Sejamos justo, quem mais fora o SENADOR CRISTOVAM BUARQUE prioriza a Educação, OK, OK, ATÉ A,I NADA DEMAIS.

continua amanha