sexta-feira, 16 de abril de 2010

DA VINGANÇA E DA JUSTIÇA - PARTE 5

Se fosse na SUÍÇA, provavelmente não teria necessidade de fazer esta observação, mas como moro em um importantíssimo país, de níveis educacionais infinitamente superior, em que os mais prestigiado intelectual tem dificuldade de ler e interpretar algo que seja, então venho por meio desta, afirmar que ao ler esta serie de 4 post, 5, sobre este tema (da vingança e da justiça), leia-se, e entende-se, tudo literalmente dentro apenas e exclusivamente da expressão, da frase: O QUE NÓS QUEREMOS É JUSTIÇA, E NÃO VINGANÇA, ou da diferença da expressão 'sede de vingança' e 'sede de justiça', e etc, e qualquer outro tipo de interpretação e raciocínio, seria leviano, mais NORMAL, afinal, o brasileiro somos nós, e disso não posso fugir.