quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

O JORNALISTA E O BLOGUEIRO ANALFABETO

Qual a diferença entre um blog escrito por um jornalista e outro escrito por um 'ZÉ NINGUÉM', inicialmente nenhuma, tudo depende, lógico, de quem está lendo, as vezes se um profissional das letras ler, logo ele vai tentar desqualificar o blog, não porque o blog, o texto, seja de todo irrelevante, e sim porque para ser bom, reconhecidamente bom, ter status de algo nenomado que merece algum tipo de credito, ou de ser levado a sério, tem que ser literalmente bem escrito, com tudo que a gramática recomenda, abona e recrimina. Dai que um pais de analfabeto e com um presidente assumidamente semi-analfabeto e com enorme complexo de inferioridade,(não é assim que a midia nacional se refere ao LULA em relação ao FHC?) como o nosso, as pessoas os ditos intelectuais, assim como uma espécie de inferioridade, termina por abominar um texto, não porque o texto seja ruim, descartavel e bobo, e sim porque para ele o texto, contém inúmeros erros de colocações gramaticais.

Agora falando sério, o que mais tenho visto, tudo bem vou confessar, li estes dias, é o debate do tipo, "blogueiro é jornalista?", e olhar que são vários os 'post' espalhados pela net, mundo afora, ou melhor,aqui em terras brasileiras. Desde que o homem aprendeu a falar, a se comunicar, que ele tem obrigatoriamente o costume, o estranho costume de ouvir seu semelhante, ou para endossar sua opinião, para fortalecer, ou mesmo, para mudar um jeito de pensar e de se comportar, e olha que isto vem muito antes do conceito de liberdade de expressão ou mesmo de democracia. Portanto para ser blogueiro, para opinar, para se expressar basta que seja humano, eu acho até que um macaco, pode se passar por blogueiro tamanha a simplicidade e a lógica das coisas. Quando um idiota perde tempo debatendo coisas destes tipos , das duas uma, ou ele é um jornalista desempregado, ou ele tem a absoluta certeza que para se expressar , seja de que forma for, tem que, necessariamente passar por um curso universitario, para este sujeito a opinião só pode ser levada a sério se tiver algum tipo de respaldo, para esta pessoa a relevância da opinião, a importância do pensar diferente de opinar diferente, não é nada, não significa nada se por trás não tiver um JORNALISTA. Existe algo mais boboca, para não falar medíocre, ou seria puramente alienação na forma mais sublime de ignorância e preconceito.

(continua amanha)