sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

PENSAMENTO INCOMPLETO

'COMPENSAÇÃO NA HONESTIDADE' - "Muitas vezes são aqueles que conhecemos mais recentemente que chegam a saber por primeiro o que guardamos durante muito tempo para nós; erradamente julgamos que essa prova de confiança que lhes damos é o laço mais forte pelo qual podemos conquistá-los. - Mas nós não lhes dissemos o suficiente para que tenham um sentimento muito vivo do sacrifício que lhes fazemos com nossas confidências e eles revelam nossos segredos a outros sem pensar em traição, o que nos fará talvez perder nossos conhecidos muito mais antigos."

'NA ANTECÂMARA DO FAVOR' - "A Todos os homens que fizemos esperar muito tempo na antecâmara de nosso favor começam a fermentar ou azedam."

'AVISO AOS DESPREZADOS' - "Quando sem dúvida alguma caímos na estima dos homens, é necessário manter com áspera firmeza a reserva nas relações, caso contrário, deixamos os outros adivinhar que nos rebaixamos em nossa própria estima. O cinismo nas relações é um sinal de que, na solidão, o homem se trata a si próprio como um cão".

'CERTAS IGNORÂNCIAS ENOBRECEM' - "Para merecer a consideração daqueles que a dão, é mais vantajoso não compreender visivelmente certas coisas. A ignorância também dá privilégios";

'FALTA DE EDUCAÇÃO' - "A falta de educação é muitas vezes o indicio de uma modéstia desajeitada, que perde a cabeça quando é surpreendida e procura esconder isso pela grosseria".

'SILÊNCIO' - "Não se deve falar de seus amigos, caso contrário, se trai por palavras o sentimento da amizade".

'SÓ SE DEVE FAZER AMIGOS ENTRE PESSOAS QUE TRABALHAM' - "O homem ocioso é perigoso para seus amigos, pois, visto que ele próprio pouco tem a fazer, fala do que fazem e do que não fazem seus amigos. interfere nos negócios dos outros e se torna importuno, é por isso que devemos ser bastante sábios para nos ligarmos somente com pessoas que trabalham".

'DEMONSTRAR SUA VAIDADE A AMIGOS E INIMIGOS' - "Certos homens maltratam mesmo seus amigos por vaidade quando há testemunhas para querer mostrar sua superioridade. Outros exageram o valor de seus inimigos para dar a entender com orgulho que são dignos de semelhantes inimigos".(N.)