sexta-feira, 27 de novembro de 2009

'LINGUAGEM E SENTIMENTO'

"A linguagem não nos foi dada para comunicar nossos sentimentos e nos damos conta desse fato ao constatar que todos os homens simples tem vergonha de procurar palavras para suas emoções profundas: só as transmitem por atos e coram ao notar que os outros parecem adivinhar seus motivo.; Entre os poetas, a quem geralmente a divindade recusa esse movimento de pudor, os mais nobres são monossilábicos na linguagem do sentimento e deixam adivinhar o constrangimento, enquanto que os verdadeiros poetas do sentimento são na maioria das vezes insolentes na vida prática" (N.)