sexta-feira, 6 de novembro de 2009

A IRONIA E O LITERAL

No 'post' publicado aqui no dia 2 de Outubro, eu escrevi a seguinte frase :E por falar em ser irónico, este mês , a ironia vai ser forte, impactante, e entenda se como sinonimo de cepticismo, no sentido mais debochado e desolador do termo. No entanto o alerta não foi suficiente para muita gente ler e interpretar tudo ao seu bel prazer, ou seja literalmente, no sentido mais literal do termo, e é interessante que isto tenha acontecido, isto prova como trabalha a mente dos 'sensíveis' e por extensão dos 'pré-adolescentes', como se já não bastasse a dificuldade que as pessoas, a maioria, tem de ler e interpretar um texto qualquer agora ajunta se impossibilidade de se escrever um texto, por menor que seja onde a ironia está tão ou mais embasado/explicita quanto o próprio contexto do assunto. Nesse caso, o jornalista, o blogueiro, ou mesmo o escrito, o colunista, está impossibilitado de escrever um agradável e inteligente texto, pois sabe-se de antemão da duvida que se dará na cabeça de quem lê, pois o sujeito é incapaz de discernir um texto repleto de fina ironia de uma texto literal onde, pode existir todos os defeitos ortográficos, menos ironia. A minha maior preocupação, receio, é que com o advento da Internet repleto de twitter e imagem, as pessoas entrem num mundinho, onde são incapazes de ler qualquer coisa que contem mais de 140 caracteres, se isto acontecer, que suspeito que já está acontecendo, será o fim da boa literatura, dos clássicos, afinal, como esperar que um destes seres de mentes cibernéticas, entenda um texto de Dostoievski, Shakespeare, ou para ser mais próximo e contundente de um Saramago?

A propósito os comentários, alguns no 'post' Tarefa do dia: Matar um Cachorro, são Hilário de tão grotesco e ao mesmo tempo engraçado, e mostra bem a diferença entre ler e interpretar . Mais tudo bem, já estou acostumado, aqui no Brasil é ainda pior, porque não precisa ser um 'sensível' ou um 'pré-adolescentes' para ter dificuldade de ler algo, basta que seja politico, ou.... um funcionario das Organizações Globo.(No post de Domingo explico o motivo)