segunda-feira, 2 de novembro de 2009

BEST SELLER, OBRA PRIMA E PORCARIA

Não é fácil escrever, uma obra prima, um clássico, algo digno de ser lido geração pós geração, no entanto para se chegar ao topo basta apenas que 1% do que se escreve, tenha algum tipo de serventia, que não seja a lixeira do esquecimento, resumindo se o cara escreveu um livro de 400 paginas, basta que 4 destas paginas tenha relevância suficiente para justificar a leitura das outras 396. É por isso que são poucos escritores, pouquíssimos que mantém seus escritos em evidencia, por mais de 80, 90 120 anos, é bem mais comodo se contentar em ter uma resenha positiva em um caderno de literatura, do que a certeza de que isto ultrapassará 2 versões. Então fiquemos assim, eu já escrevi quase 600 post em um ano e pouco, se desse total 6 forem digno de serem lidos e despertar algo a mais que não seja o desprezo, então estou satisfeito, estou radiante, e pronto para aposentadoria.

Por outro lado, esta prosaica constatação, ajuda a esclarecer o baixo nível de nosso atual mundo literário, e consequentemente de nossa intelectualidade, se tudo que se escreve, se produz, se publica, não se aproveita nem 1% do total , é porque definitivamente a coisa tá feia. Mas, não se preocupem, os meus 1% EU GARANTO.