domingo, 11 de outubro de 2009

TODOS SÃO MAU VOLUNTARIAMENTE

Uma das maiores , ou se não a maior heresia, absurdo , disparate da escrita, e consequentemente da humanidade é aquela parte que diz segundo Sócrates e seguidos por outros notórios: "Sócrates possui tal confiança no saber e na verdade que está firmemente persuadido que os injustos e os maus não passam de ignorantes. Se conhecessem verdadeiramente a justiça eles a praticariam, pois ninguém é 'mau voluntariamente'. Segundo sua perspectiva racionalista, só há salvação pela saber". Essa idiotice foi, desde , então, encapada entre outros por São Tomás de Aquino, como sendo uma grande verdade filosófica, mas que é incapaz de sobreviver a qualquer argumentação digna de seriedade, pois é certo sim, que todos são maus voluntariamente, por vontade própria, o padre e o pastor que abusam sexualmente de crianças é um magnifico exemplo, os crimes financeiros e outros centenas de atrocidades são praticadas todos os momentos por pessoas instruídas, por pessoas consciente do que estão fazendo, e que portanto são mau por vontade própria, por acharem que o que não é visto e sabido é digno do esquecimento e que portanto não são relevantes aos olhos humanos. Quando um renomado juiz assassina alguém ou pratica um ato atroz, ele tem consciência do que fez e do que lhe espera , no entanto ele assim mesmo pratica o mal de forma consciente, chegando mesmo a planejar o crime com meses de antecedencia. O saber, o pleno conhecimento, a pratica da razão no bom senso, não evita o homem de ser o que de fato é, um monstro que é educado para ser homem. Se nós somos um monstro, assim seremos por toda a vida, e o conhecimento, a religião, os dogmas, as leis e etc, e o saber nada mais é do que uma disciplina que nos é ensinada, no fundo não tem o poder de modificar nossa essência macabra pelo atroz. Todos tem plena conciencia e por isso pratica mal de forma voluntária e sabida e isto é a única verdade aceitável.