sexta-feira, 7 de agosto de 2009

SÓ FALO POR MIM

Não procure em minhas palavras um motivo para me detestar. Não procure em minha escrita uma maneira de se orgulhar. Não procure em minhas frases um motivo para se alegrar. Não procure nos meus textos um motivo para não enxergar. Não procure em meus ensaios um motivo para se martirizar. Não procure em meu desabafo um motivo para se atormentar. Não procure aqui uma frase para sorrir. Não me leve tão a sério a ponto de mudar seu raciocínio. Não encontre aqui uma maneira de se iludir. Não leia aqui, o que não quer ver ali. Não veja em mim exemplo a ser seguido. Não veja aqui motivos para se alienar. LEIA ESTE BLOG, APENAS COM INTUITO DE SE RECONHECER, POIS SÓ FALO POR MIM.

A tempestade ou o livro dos dias, letra "SOUL PARSIFAL"