sexta-feira, 5 de junho de 2009

VAIAS PARA GILMAR MENDES, VAIAS PARA O STF, VAIAS PARA NOSSA JUSTIÇA

A vaia é sem duvida, o momento mais sublime de uma democracia, pois ao vaiar alguma autoridade estamos, mesmo sem nos darmos conta, é testando a eficiência de nossa democracia. A vaia representa a mais alta forma de repudio que uma autoridade pode ter, não interessa quantos vaiaram e sim a representatividade do ato. Quando se aplaude, se homenageia, quando se vaia se repudia, é simples.

Quarta-feira a noite ao deixar uma audiência no Senado o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes foi vaiado, e com gritos de "Fora Gilmar" o movimentos "Saia às Ruas" aclamou de forma desprezível , a saída do ministro da presidência do STF. Não foi a primeira vez, e nem a segunda e é claro, lógico e evidente que nada foi noticiado, na dita grande imprensa. Fica claro com isto que o referido ministro não é uma unanimidade, nem no meio jurídico, nem na sociedade, e nem mesmo no STF como vimos recentemente, ao vivo e a cores...

Desde o ano passado que venho criticando os excessos do renomado juiz/ministro, e foi preciso que alguém do próprio STF, viesse a público demonstrar seu repudio, para que muitos tivessem coragem de se expor, de criticar o senhor Gilmar Mendes. E é provável que o senhor ministro seja mesmo o ÚNICO em todas as grandes democracia a receber tamanho repudio, típico de alguém que pode ter tudo menos moral, e isto é lamentável, mais ao mesmo tempo mostra o abismo que é a nossa justiça, como um todo. Expõem todo o atraso, toda a injustiça, os absurdos, a hipocrisia, do nosso sistema judiciário.

E o principal motivo deste calabouço, é, por incrível que pareça,a completa e lamentável , desinteresse, ausência de seriedade, de profissionalismo com a carreira com a profissão. Os nossos juízes, advogados, estão tão preocupados, petrificados com o poder, e o dinheiro e as mordomias que este proporciona, que eles simplesmente se esquecem que a sua prioridade é julgar, advogar(muitos membros do STF, enche a boca para falar, que ali no STF, eles estão para defender a constituição, que eles são os guardiões da democracia e bla, bla...) independente de cor, posição social, ou qualquer outro motivo que faz com que a regra sempre, seja a parcialidade. Se tornam desta maneira meros homens-poderosos-arrogantes.

Se formos analisar friamente os maiores desafios de nossa justiça, e tentar explicar por que ela é lenta, injusta e ineficiente, podemos lá no fundo concluir, que realmente precisamos urgentemente de uma ampla reforma jurídica, mais o interessante nesta conclusão é poder COBRAR RESPEITO de todos: deputados, senadores, juízes, OAB, para com as NOSSAS INSTITUIÇÕES PUBLICAS, porque sem respeito, sem esta concientização nada, absolutamente nada mudará em nosso país. Afinal, como pedir/cobrar para eles lutarem por uma justiça justa e abrangente para todos, se eles se recusam a respeitar sua própria instituição????????? Eis aí um magnifico questionamento para martelar....

E Vaiar nossas autoridades, pode ser sim, uma ótima oportunidade de se cobrar respeito, para com as nossas instituições públicas..