terça-feira, 28 de abril de 2009

TENHA FÉ E DETERMINAÇÃO?

Uma das coisas mais interessantes nas últimas décadas é a crescente e bonança ideía de que um simples livro de autoajuda seria capaz , ou melhor é capaz de mudar de fato a vida de quem ler, ou na melhor das hipóteses de diminuir o sofrimento das pessoas. A ideia corrente por sinal não é nova a própria bíblia é provavelmente o caso mais antigo e o mais rentável, a diferença é que agora são vários os autores escrevendo vários livros quase que ao mesmo tempo devido aos milhares de títulos lançados no mercados mensalmente, todos insistindo como se faz para tirar proveito de tudo que pensamos estar a nossa disposição, alcance, afinal é muito fácil para um ótimo escritor por exemplo, escrever aquilo que as pessoas querem ler, a conveniência do texto com o leitor neste caso é sublime, visto que a maioria que leram tais livros juram terem uma visão diferente da vida depois de lerem, vai ver é isto mesmo, ninguém que acorda num dia ruim desejaria ler um Schopenhauer por exemplo, o melhor é começar o dia lendo um Paulo Coelho, um Augusto Cury, ou uma Zibia Gasparetto. Questão de gosto não se discute, se abomina.