domingo, 5 de abril de 2009

A TEMPESTADE OU O LIVROS DOS DIAS

Este post foi publicado no ano passado(no dia 11/09) mais devido a problemas com o google tive que tirar do blog, mais agora veio para ficar em definitivo....
...Ter esperança é hipocrisia
A felicidade é uma mentira
E a mentira é salvação..."
"...Quem pensa por si mesmo é livre
E ser livre é coisa muito séria
Não se pode fechar os olhos
Não se pode olhar p'ra trás
Sem se aprender alguma coisa
P'ro futuro...Triste coisa é
querer bem a quem não sabe perdoar..."
"...Se a paixão fosse realmente um
bálsamo
O mundo não pareceria tão
equivocado..."
"...O que eu tenho de melhor : minha esperança
Que se faça logo o sacrifício
E cresçam logo as crianças..."
"...Pecado é provocar desejo
E depois renunciar..."
"...Digam o que disserem
O mal do século é a solidão
Cada um de nós imerso em sua
própria arrogância
Esperando um pouco de afeição..."
"...Este é o livro do destino
Este é o livro de nossos dias..."


O titulo acima é o mesmo de um dos melhores CD já produzidos por uma banda de música nacional.Na primeira quinzena de Outubro, tem um dia que marca a morte de seu líder. E estes versos que mais parecem saídos de um poemas, me fazem refletir, que para ser linda, uma musica não precisa necessariamente ser alegre, basta que ela transmita sinceridade, a tristeza, o estar só, a solidão, pode ser mais agradável e construtiva do que a nossa falsa alegria exagerada, a nossa falsa e utópica satisfação em viver, mesmo porque o que é a vida, senão uma breve passagem, e quando se observa melhor, constatamos que a solidão é a companheira perfeita, para se chegar a perfeição seja ela qual for.