segunda-feira, 27 de abril de 2009

QUAL O SENTIDO DA VIDA?

É muito justo pensar que no decorrer de um longo dia, no depararmos - mesmo sem perceber - nos questionando o por que temos sempre de estar tomando decisões , e para que de fato serve a nossa vida, e o sentido que ele representa perante os outros e a nós mesmos.

Viver a vida plenamente, sem questionamento, sem aborrecimentos, sem enigmas, sem maiores complexidade, será isto possível? Eu discordo plenamente que a vida tem algo a ver com qualquer coisa vinda do divino, pois a nossa vida em si é algo tão banal, tão vulgar, que me recuso achar que tenha algo de sobrenatural, vindo do além por trás de tudo isto, é mais fácil concluir que a vida é apenas uma condição, que por obra do acaso, nos foi dado, para que pudéssemos habitar o planeta que chamamos de terra. A nossa civilização é tão recente e passageira, que chegar a ser horrível pensar que realmente precisamos ter algum sentido em sua existência, melhor seria se ocupássemos a nossa curta passagem em vive-la, sem maiores esperança preferencialmente . Quando se procura um sentido para algo tão pequeno, é porque a vida é realmente banal, apesar de aparentar ser tão nobre. Procuramos resposta para tudo, o problema é que esquecemos de um precioso detalhe, como ter, obter resposta, de algo, se as perguntas são sempre inconsistente, melhor dizer como responder se não existem perguntas a fazer, ou será que o 'sentido da vida', seja digno de respostas? A estupidez humana ´´e que nos faz humano, é tão somente por isto que estou sempre respondendo.