domingo, 26 de abril de 2009

A FELICIDADE É A UTOPIA DOS IDIOTAS

É plausível concordar que no percurso de nossas vidas sofremos mais vezes do que nos sentimos bem interiormente, a tal felicidade. Ou seja a dor, o sofrimento é a regra, a felicidade a excessão, no entanto está certeza não é suficiente para apaziguar a nossa noite, pois ao dormimos todas as noites pensamos em como enfrentar a dor que nos aguarda, proveniente de todos os problema que iremos enfrentar no dia seguinte. O sofrimento e a angustia desta certeza a de que o dia que vem será o mesmo com a diferença que não temos outra solução a não ser enfrentar as aflições de mais um ridículo dia, é de fato, isto tudo que nos deprime, afinal é está a vida que temos, o certo portanto seria que soubéssemos viver, ou melhor conviver da melhor(e não da pior) forma possível com este sofrimento que nos é diário. É , mais o caminho que tomamos é o da busca eterna e banal em torno da felicidade, embora no fundo todos sabem que a felicidade só existe de fato no nosso inconsciente e assim mesmo em rápidos e esporádicos momentos do nosso dia. A verdade é que esta busca se tornou uma doença, quanto procuramos a felicidade em coisas materiais , ou em anfetaminas e nas outras milhares de drogas disponíveis e ao nosso alcance, estamos regredindo e fazendo de nós mesmos pessoas doentes e com isto ao invés de se chegar a tão sonhada felicidade, estamos é nos afundando em dor, em mais sofrimento, angustia e decepção com nós mesmo, a felicidade é a utopia dos idiotas.