quinta-feira, 23 de abril de 2009

DO DESPREZO E DO AMOR - Parte II

Eu não acredito no amor que doravante vem do homem, não se pode acreditar e levar a sério um sentimento que é momentâneo, que não sobrevive a nenhum tipo de decepção, pois no momento que amamos, podemos sentir mais adiante o desprezo, e ódio, pela mesma pessoa que até a pouco , prometemos amar eternamente. Nenhum amor até hoje foi capaz de sobreviver ao mais extremo tipo de solidão a dois, por exemplo. 1 em cada 1 bilhão é realmente capaz de saber o real significado da palavra amar, de amor e demonstrar este amor ao próximo, deve ser por isto, que o amor desperta tanto interesse, inveja, poder, enquanto isto eu continuo desprezando o falso amor e tudo de mediocre que dele extrairmos diariamente.